Related Articels

quinta-feira, 14 de outubro de 2010



Os pioneiros do rockability no Brasil

Posted on quinta-feira, outubro 14, 2010 by Augusto Mota

No comments

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Se não me engano conheci Tom Zé fazendo uma homenagem a Raul Seixas, de cara achei o bicho muito louco na época procurei alguma coisa dele mas nada, foi então que nessa onda cibernética da internet que consegui pela primeira vez um disco do Tom, defeito de fabricação é considerado a melhor obra do artista, mais sobre Tom Zé aqui , e para download do disco defeito de fabricação aqui

Posted on quarta-feira, outubro 13, 2010 by Augusto Mota

No comments

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A pedido do meu amigo Jamess.
Só não posso comentar muito sobre Odair Cabeça de poeta porque acabei de conhecer, mas escutando o som, percebe-se que é uma mesclagem com sons regionais nordestinos com rock e psicodelia, coisa do tipo Tom Zé, ou seja, muito bom. Clique aqui e bom download.

Posted on segunda-feira, outubro 11, 2010 by Augusto Mota

No comments

domingo, 10 de outubro de 2010

http://2.bp.blogspot.com/_RSDhxMBMfi0/TDXYX41z6DI/AAAAAAAAATw/6Z0F6WJTjl8/s320/disco7.jpgEdnardo nasceu em Fortaleza, consagrado em todo o Brasil, suas músicas tocam em vários países: Portugal, Espanha, França, Japão, Israel, Alemanha, Itália, Holanda, Argentina, Uruguai, Cuba, México, comunidades Latino-Americanas de Miami, Orlando, New Jersey, New York, constatando que suas músicas tocam espontaneamente em vários paises e continentes
A partir de 70, quando venceu Festival Nordestino da Música Brasileira, promovido pelos Diários e Rádios Associados - TV Tupi, Ednardo completa 35 anos de carreira artística, são mais de 300 músicas e letras, distribuídas em 15 Discos Originais, 15 discos de compilações,
4 Trilhas Musicais de Cinema, 2 Trilhas Musicais para Teatro, 2 Vídeos com Especiais de TV, e reconhecimento do público e da crítica especializada, como um dos mais importantes artistas da Música Popular Brasileira. Sua obra abrangente toca e repercute em várias gerações com vigor criativo e comunicativo, próprio de quem realiza arte íntegra, vital e necessária às pessoas de qualquer nacionalidade e parâmetros musicais.




Para baixar o disco Azul e Encarnado clique AQUI

Posted on domingo, outubro 10, 2010 by Augusto Mota

No comments

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Clique na imagem para o DOWNLOD

Considerada a primeira banda de rock progressivo brasileira O Terço tem em sua formação atual Sérgio Hinds, Flávio Venturini, Sérgio Magrão e Sérgio Melo

Posted on quinta-feira, outubro 07, 2010 by Augusto Mota

No comments

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Estou aqui ao som de It's not easy, faixa do disco água mineral da banda Blues Etílicos e tive que postar algo a respeito;













Formado em 1985 no Rio de Janeiro, quando todos os integrantes tinham 22 anos de idade, o grupo dedica-se à mistura entre blues e rock. Lançaram o primeiro LP pelo selo independente Satisfaction em 1988, "Blues Etílicos", ao qual se seguiram outros cinco. O primeiro disco obteve vendagem expressiva para um projeto independente, e foi relançado em CD em 1996. O Blues Etílicos firmou-se como uma das poucas bandas de blues em atividade no Brasil, e a que mais vende discos no gênero. A formação atual conta com Flávio Guimarães, gaita; Otávio Rocha, guitarra; Cláudio Bedran, baixo; Rodolpho Rebuzzi, guitarra, Pedro Strasser, bateria; Greg Wilson, guitarra e voz. "Dente de Ouro", de 1996, insere ritmos tipicamente brasileiros, como baião e capoeira, na sonoridade norte-americana do blues. O gaitista Flavio Guimarães gravou dois CDs solo.
Cliquemusic

O Blues Etílicos é a mais popular banda de blues brasileira.
Recordista em público nos shows e em vendagens de CDs no segmento, a banda estará comemorando 25 anos de carreira em 2010 com o lançamento de seu primeiro DVD, previsto para maio.
O Blues Etílicos já lançou 10 CDs, abrindo shows para B. B. King, Buddy Guy, Robert Cray, Sugar Blue, Ike Turner, Magic Slim e muitas outras atrações internacionais.
A empatia do grupo com o público deve-se à originalidade de compor tanto em inglês quanto português. O vocalista norte americano Greg Wilson confere autenticidade e sotaque correto às canções em inglês. Os solistas de gaita e guitarra, Flávio Guimarães e Otávio Rocha, se destacam nos solos, acompanhados pela cozinha coesa e cheia de swing de Pedro Strasser, na bateria, e Cláudio Bedran, no baixo.

Formação

  • Otávio Rocha - Considerado como melhor guitarrista de slide do país, atua também como guitarrista base e compositor.
  • Cláudio Bedran - Baixista e também fundador da banda, atua como compositor de boa parte das músicas em português do grupo.

Discografia

  • Viva Muddy Waters - 2009 (Delira Blues)
  • Cor do Universo - 2003 (Net Records)
  • Águas Barrentas - Ao Vivo - 2001 (Eldorado)
  • The Best Of Blues Etílicos - 1998 (Eldorado)
  • Dente de Ouro - 1996 (Abril Music)
  • Salamandra - 1994 (Natasha Records)
  • IV - 1991 (Eldorado)
  • San-Ho-Zay - 1990 (Eldorado)
  • Água Mineral - 1989 (Eldorado)
  • Blues Etílicos - 1987 (GHR/Velas)
Wikipedia

Posted on quinta-feira, agosto 26, 2010 by Augusto Mota

No comments

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Bob Dylan - The Original Mono Recordings (2010)Segundo o Site Os Armenios, O senhor Robert Zimerman vulgo Bob Dylan vai lançardia 19 de outubro não apenas uma, mas sim duas caixas para deixar qualquer apreciador de seu legado completamente louco! Confira os detalhes abaixo.












The Original Mono Recordings

Box com 8 CDs ou 9 LPs de 180 gramas (a versão analógica será lançada apenas em dezembro) reunindo os 8 primeiros discos do artista (capa abaixo). Esses álbuns são os mais significativos na carreira do artista, além de serem alguns dos mais importantes de toda história do rock e da música contemporânea. Completando o pacotáço, rola ainda uma livreto com fotos raras e uma entrevista para a Rolling Stone Magazine.
Em pré-venda no site oficial do artista, The Original Mono Recordings custa aproximadamente R$ 200 em CD e R$ 450 em vinil (sem as taxas de postagem e impostos de importação). Quem encomendar já, leva um poster oficial exclusivo.
Confira a lista dos títulos presentes em The Original Mono Recordings:
  • Bob Dylan (1962)
  • The Freewheelin’ Bob Dylan (1963)
  • The Times They Are A-Changin’ (1964)
  • Another Side Of Bob Dylan (1964)
  • Bringing It All Back Home (1965)
  • Highway 61 Revisited (1965)
  • Blonde on Blonde (1966)
  • John Wesley Harding (1967)

The Bootleg Series Vol. 9 – The Witmark Demos: 1962-1964

O baú do Judeu não tem fim mesmo. O que salta dele, para dar corpo ao volume 9 da impressionante Bootleg Series, são as The Witmark Demos (capa ao lado). Para quem não conhece esse material (que já circulou com qualidade duvidosa em uma série de discos piratas), são gravações demo, caseiras e amadoras, de uma série de canções presentes nos primeiros cinco álbuns de Dylan.
Bob Dylan - The Bootleg Series Vol. 9 - The Witmark Demos: 1962-1964Com 47 músicas, esse título será colocado no mercado em formato de CD duplo e vinil quádruplo. Um livreto contextualizando a obra historicamente e recheado de fotos também acompanha o pacote. Em pré-venda no site oficial do artista, The Bootleg Series Vol. 9 – The Witmark Demos: 1962-1964 custa aproximadamente R$ 60 em CD e R$ 210 em vinil (sem as taxas de postagem e impostos de importação). Quem encomendar já, leva uma camiseta oficial exclusiva. Existe a possibilidade de encomendar um combo com os dois títulos, garantindo um desconto.
Confira abaixo a lista completa de faixas.
  • LP 1 – Lado A
1. Man On The Street (Fragment)
2. Hard Times In New York Town
3. Poor Boy Blues
4. Ballad For A Friend
5. Rambling, Gambling Willie
6. Talking Bear Mountain Picnic Massacre Blues
7. Standing On The Highway
8. Man On The Street
  • LP 1 – Lado B
1. Blowin’ In The Wind
2. Long Ago, Far Away
3. A Hard Rain’s A-Gonna Fall
4. Tomorrow Is A Long Time
5. The Death of Emmett Till
  • LP 2 – Lado A
1. Let Me Die In My Footsteps
2. Ballad Of Hollis Brown
3. Quit Your Low Down Ways
4. Baby, I’m In The Mood For You
5. Bound To Lose, Bound To Win
6. All Over You
7. I’d Hate To Be You On That Dreadful Day
  • LP 2 – Lado B
1. Long Time Gone
2. Talkin’ John Birch Paranoid Blues
3. Masters Of War
4. Oxford Town
5. Farewell
  • LP 3 – Lado A
1. Don’t Think Twice, It’s All Right
2. Walkin’ Down The Line
3. I Shall Be Free
4. Bob Dylan’s Blues
5. Bob Dylan’s Dream
  • LP 3 – Lado B
1. Boots Of Spanish Leather
2. Walls of Red Wing
3. Girl From The North Country
4. Seven Curses
5. Hero Blues
6. Whatcha Gonna Do?
7. Gypsy Lou
  • LP 4 – Lado A
1. Ain’t Gonna Grieve
2. John Brown
3. Only A Hobo
4. When The Ship Comes In
5. The Times They Are A-Changin’
6. Paths Of Victory
  • LP 4 – Lado B
1. Guess I’m Doing Fine
2. Baby Let Me Follow You Down
3. Mama, You Been On My Mind
4. Mr. Tambourine Man
5. I’ll Keep It With Mine

Posted on quarta-feira, agosto 25, 2010 by Augusto Mota

No comments

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

A mensageira dos anjos
Com seu cabelo lilás
Aperreava os demônuios
Que habitam as catedrais
Do meu peito de menino
A deusa mãe da preguiça
Falava tão devagar
Era o sussurro da brisa
Era o balanço do mar
Como uma estrela cadente
Entrou na minha morada
Bebeu da minha saliva
Saiu e não disse nada
E eu fiquei sem demônios
Um anjo torto marcado
No céu da boca, no peito
No meu corpo tatuado

Posted on sexta-feira, agosto 20, 2010 by Augusto Mota

No comments

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Rainy Day Women #12 & 35" é uma canção de Bob Dylan é a faixa inicial do seu álbum de 1966, Blonde on Blonde.
A canção é notada pela sua não-usual instrumentação, sendo a única de todo o álbum a apresentar uma banda de metais. A frase "They'll stone you" ("Eles vão chapar você") em todos as linhas dos versos, mais o refrão de "Well, I would not feel so all alone--everybody must get stoned!" ("Bem, eu não me sentiria tão sozinho--todos têm de ficar chapados") também são características marcantes da letra. Na biografia de 1986 feita por Robert Shelton sobre Dylan No Direction Home (não tem relação com o documentário homônimo de Martin Scorsese), relata que a canção foi banida de muitas estações estado-unidenses de rádio e da BBC, devido à paranoia sobre "som de drogas".
A música é um blues simples de progressão em fa. As partes tocadas pelo trombone, pela tuba, pelo piano, pelo baixo, pela bateira e pelo tamborim permanecem praticamente na mesma melodia em todos os versos, mas a harmônica de Dylan e o seu vocal são brutalmente variados e geralmente não na mesma afinação dos outros instrumentos. Podem também ser ouvidas muitas risadas ao fundo, misturadas com um baixo volume e o próprio Dylan ri várias vezes enquanto canta. A canção soa como se estivesse sendo tocadas por músicos sob o efeito de maconha e isso é possivelmente proposital. De acordo com o livro de Howard Sounes Down the Highway: The Life of Bob Dylan, Dylan se recusou a tocar a música sóbrio e vários "Leprechaun Cocktails" (normalmente servidos em copos de licor) foram trazidos para o consumo da banda. Dylan não tocou no álcool, mas estava sob o efeito de drogas.[1]
A canção alcançou o número 2 no Billboard Hot 100 e número 7 no Reino Unido.

Posted on terça-feira, agosto 17, 2010 by Augusto Mota

No comments

quarta-feira, 21 de julho de 2010

http://aartedaprolixidade.files.wordpress.com/2009/01/raul-seixas.jpg
Pra quem ainda não sabe e tem curiosidade de saber sobre a vida do mestre Raul taí uma biografia garimpada na net, ta bem resumido.



Biografia

Filho do casal Raul Varella Seixas e Maria Eugênia Seixas, Raul cresceu numa cidade de Salvador um tanto estagnada, alheia aos progressos de uma modernidade que passava ao largo da capital baiana. Tinha um irmão, quatro anos mais novo, Plínio Seixas.

Em casa obtém uma cultura que o faz adiantar-se àquilo que era ensinado nas escolas, mergulhando nos livros que tinha à disposição, na biblioteca do pai. Até o final de sua vida, sempre foi avançado para sua época, o que é comprovado pelas músicas por ele compostas e que até hoje são executadas. Como seu parceiro musical Paulo Coelho já disse: "Raul Seixas não é passado, é presente! Futuro!".

Primórdios

Seu gosto musical foi se moldando: primeiro, no rádio, acompanha o sucesso de Luiz Gonzaga, e nas viagens, onde acompanha o pai (inspetor de ferrovia), ouve os matutos desfiarem repentes - e esta "raiz" nordestina nunca o abandonara.

http://dinocantelli.files.wordpress.com/2009/08/raul.jpg
Num segundo momento, nas telas dos cinemas, encanta-se com o talento de Elvis Presley, de quem torna-se fã - e aponta-lhe o rumo musical: o Rock'n Roll. Sempre gostou também de clássicos do rock dos anos 50 e 60.

Juntamente com alguns amigos de Salvador, monta um conjunto, "Os Relâmpagos do Rock", mais tarde "The Panters", e por último conhecido como "Raulzito e os Panteras". Fazem shows no estado, e, a convite do amigo Jerry Adriani, vai para o Rio de Janeiro gravar um disco pela gravadora Odeon, em 1967 - que foi um total fracasso.

Após algum tempo, volta ao Rio, em 1970-71, contratado por outra gravadora - a CBS (atual Sony BMG). Ali participa da produção de diversos artistas da Jovem Guarda, como Jerry Adriani, Leno e Lilian, entre outros.

Mas Raul acaba se rebelando. Aproveitando a ausência do presidente da empresa, Evandro Ribeiro, grava seu segundo LP (intitulado Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10), em que faz parceria com Sérgio Sampaio, Miriam Batucada e Edy Star. O disco, todavia, foi retirado do mercado sob o argumento de não se enquadrar à linha de atuação da gravadora.

Em 1972 participa do VII FIC (Festival Internacional da Canção), promovido pela Rede Globo, e conseguiu a classificação de duas músicas, "Let me sing" e "Eu Sou Eu Nicuri é o Diabo", o que lhe deu projeção nacional.

Sucesso e dor

No ano de 1973, já contratado da Philips (atual Universal Music), grava o LP Krig-Ha, Bandolo, com o qual Raul alcançou finalmente o sucesso, estabelecendo a parceria com o hoje escritor Paulo Coelho.

No ano de 1974, por divulgar a Sociedade Alternativa nas suas apresentações, acabou sendo preso e torturado pelo DOPS, exilando-se nos Estados Unidos. No entanto, o sucesso do seu LP Gitã e da música Gita, que lhe rendeu um disco de ouro, após vender 600.000 cópias,e logo depois conseguir vender 1 milhão, fazem-no retornar ao Brasil. Neste ano separa-se de sua primeira mulher, Edith Wisner, com quem teve uma filha.

Em 1975, casa-se com Gloria Vaquer, e grava o LP "Novo Aeon".

Em 1976, grava o disco "Há Dez Mil Anos Atrás", e tem sua segunda filha, Scarlet.

http://www.rollingstone.com.br/imagens/4704/20080926124824_4704_large_raul-seixas.jpgLançou mais outros três discos pela WEA (hoje Warner Music Brasil), a partir de 1977, que fizeram sucesso de público e desgosto na crítica. Por volta deste período, intensifica-se a parceria com o amigo Cláudio Roberto, com quem Raul comporia várias de suas canções mais conhecidas, como "Maluco Beleza", "O Dia em que a Terra Parou", "Rock das Aranhas", "Aluga-se" etc.

A partir do ano de 1978, começa a ter problemas de saúde devido ao consumo de álcool, que lhe causa a perda de 1/3 do pãncreas. Separa-se de Glória, que vai embora para os EUA levando a filha Scarlet. Neste ano, conhece Tania Menna Barreto, com quem passa a viver.

No ano de 1979, separa-se de Tania. Interna-se para tratar do alcoolismo. Conhece Angela Affonso Costa, a Kika Seixas, sua quarta companheira.

O caso

No ano de 1980, assinando novamente contrato com a CBS, lançou apenas mais um álbum (Abre-te Sésamo) e rescindiu o contrato.

Em 1981 nasce a terceira filha, Vivian, fruto de seu casamento com Kika.

Seus dois discos seguintes (Raul Seixas - 1983 e Metrô linha 743 - 1984) e o livro As Aventuras de Raul Seixas na Cidade de Thor fizeram sucesso, mas depois Raul teve as portas fechadas novamente, devido ao seu consumo excessivo de álcool e constantes internações para desintoxicação.

Em 1985, separa-se de Kika Seixas. Faz um show, em 1 de dezembro deste ano, no Estádio Lauro Gomes, na cidade de São Caetano do Sul. Só voltaria a pisar no palco no ano de 1988, ao lado de Marcelo Nova.

http://www4.uninove.br/ulisses/inove/img_noticia/788_1.jpgConseguindo um contrato com a gravadora Copacabana, em 1986 (de propriedade da EMI), grava um disco que foi grande sucesso entre os fãs, (UAH-BAP-LU-BAP-LA-BEIN-BUM - 1987) estando presente até em programas de televisão, como o Fantástico. Nesta época, conhece Lena Coutinho, que se torna sua companheira. A partir desse ano, estreita relações com Marcelo Nova (fazendo uma participação no LP "Duplo Sentido", da banda Camisa de Vênus).

Um ano mais tarde, 1988, já sozinho, faz seu último álbum solo (A Pedra do Gênesis). A convite de Nova, faz alguns shows em Salvador, após três anos sem pisar num palco.

No ano de 1989, faz uma turnê com Marcelo Nova, agora parceiro musical, totalizando mais de 50 apresentações pelo Brasil.

"Canto do cisne"

http://www.legiaodosfranca.blogger.com.br/RaulSeixas.jpgO último disco lançado em vida foi feito em parceria com Marcelo Nova, intitulado "A Panela do Diabo", que foi lançado pela Warner Music Brasil dois dias antes da sua morte. Raul Seixas faleceu dia 21 de agosto de 1989, aos 44 anos. Seu corpo foi encontrado às oito horas da manhã, pela sua empregada, Dalva. Foi vítima de parada cardíaca: seu alcoolismo, agravado pelo fato de ser diabético, e por não ter tomado insulina na noite anterior, causaram-lhe uma pancreatite aguda fulminante. O LP " A Panela do Diabo" vendeu mais 100.000 cópias, rendendo ao Raul um disco de ouro póstumo, entregue à sua família e também a Marcelo Nova (parceiro de Raul, com quem gravou o LP), tornando-se assim um dos discos de maior sucesso do eterno Maluco Beleza.

Após a morte

Depois de sua morte, Raul permaneceu entre as paradas de sucesso. Foram produzidos vários álbuns póstumos, como O Baú do Raul (1992), Documento (1998), Anarkilópolis (2003) e Raul Seixas - Série BIS Duplo (2005). Sua penúltima mulher, Kika, já produziu um livro do cantor (O Baú do Raul), baseado em escritos dos diários de Raulzito desde os 6 anos de idade até a sua morte.

Principais sucessos

Muitos dos fãs de Raul Seixas consideram uma das marcas mais fortes nas suas músicas a sua capacidade de, através de um estilo jovial e descontraído, transmitir mensagens ou fazer questionamentos sobre temas como o amor, a vida, e a existência em si.

Das canções que Raulzito deixou, muitas foram aquelas que permaneceram eternizadas pelo gosto do público. Entre elas, Maluco Beleza, Metamorfose Ambulante, Sociedade Alternativa, Gîtâ, Eu nasci há 10 mil anos atrás, Medo da Chuva e Tente Outra Vez. Entre os fãs, costumam aparecer também outras músicas, entre elas, Ouro de Tolo, S.O.S., Mosca na Sopa, Eu Sou Egoísta, Para Nóia, Água viva, e Cachorro-Urubu.

Discografia


* 1968 - Raulzito e os Panteras
* 1971 - Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10 (com Sérgio Sampaio, Míriam Batucada e Edy Star)
* 1973 - Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock
* 1973 - Krig-Ha, Bandolo!
* 1974 - O Rebu (Trilha sonora original - Raul Seixas & Paulo Coelho)
* 1974 - Gita
* 1975 - 20 Anos de Rock (Reedição de Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock)
* 1975 - Novo Aeon
* 1976 - Há Dez Mil Anos Atrás
* 1977 - Raul Rock Seixas
* 1978 - O Dia Em Que a Terra Parou
* 1979 - Mata Virgem
* 1979 - Por Quem Os Sinos Dobram
* 1980 - Abre-Te Sésamo
* 1983 - Raul Seixas
* 1984 - Metrô Linha 743
* 1985 - Let Me Sing My Rock And Roll (Coletânea lançada somente em LP)(reeditado como "Caroço de Manga" em LP e CD)
* 1986 - Raul Rock Volume 2
* 1987 - Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum!
* 1988 - A Pedra do Gênesis
* 1989 - A Panela do Diabo (com Marcelo Nova)


Álbuns póstumos


* 1991 - As Profecias
* 1992 - O Baú do Raul (Raridades)
* 1998 - Documento
* 2003 - Anarkilópolis
* 2005 - Raul Seixas - Série BIS Duplo


Álbuns ao vivo


* 1984 - Ao Vivo - Único e Exclusivo
* 1991 - Eu, Raul Seixas (Show na Praia do Gonzaga, Santos, 1982)
* 1993 - Raul Vivo (Reedição de Ao Vivo - Único e Exclusivo com faixas extras)
* 1994 - Se o Rádio Não Toca (Show em Brasília, 1974)


Caixas


* 1995 - Série Grandes Nomes: Raul (Caixa com 4 CDs e livreto ilustrado)
* 2002 - Maluco Beleza (Caixa com 6 CDs e livro ilustrado)

Posted on quarta-feira, julho 21, 2010 by Augusto Mota

No comments

domingo, 11 de julho de 2010

Posted on domingo, julho 11, 2010 by Augusto Mota

No comments

A Hard Rain's A-Gonna Fall (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Uma Chuva Forte Vai Cair

Oh, onde você esteve meu filho de olhos azuis?
Oh, onde você esteve, meu jovem querido?
Tropecei ao lado de doze montanhas nebulosas
Eu andei e engatinhei em seis estradas tortuosas

Eu pisei no meio de sete florestas tristonhas
Entrei e saí da frente de uma dúzia de oceanos mortos
Estive dez mil milhas
Na boca de uma sepultura
E é uma forte, é uma forte
É uma forte, e é uma forte
E é uma forte chuva que vai cair

Oh, o que você viu, meu filho de olhos azuis?
Oh, o que você viu, meu jovem querido?
Eu vi um bebê recém nascido
Com lobos selvagens lhe rondando
Eu vi uma estrada de diamantes sem ninguém sobre ela
Eu vi um galho negro com sangue que pingava
Eu vi um quarto cheio de homens
Com seus martelos sangrando
Eu vi uma escada branca toda coberta de água
Eu vi dez mil oradores
Cujas línguas estavam dilaceradas
Eu vi armas e espadas afiadas
Nas mãos de crianças pequenas
E é uma forte, é uma forte, é uma forte, é uma forte
E é uma forte chuva que vai cair

E o que foi que você ouviu meu filho de olhos azuis?
E o que foi que você ouviu meu jovem querido?
Eu ouvi o som do trovão
E seu estrondo era um aviso
Ouvi o ronco de uma onda
Que poderia afogar o mundo inteiro
Ouvi mil bateristas
Cujas mãos estavam em brasa
Ouvi dez mil sussurrando e ninguém estava ouvindo
Ouvi uma pessoa morrer de fome
Ouvi muitos rindo
Ouvi a canção de um poeta que morreu na sarjeta
Ouvi o som de um palhaço que chorava no beco
E é uma forte, é uma forte
É uma forte, e é uma forte
E é uma forte chuva que vai cair

Oh, quem você encontrou meu filho de olhos azuis?
Quem foi que você encontrou meu jovem querido?
Eu encontrei uma criança jovem ao lado de um potro morto
Encontrei um homem branco
Que passeava com um cachorro preto
Encontrei uma jovem mulher cujo corpo estava queimando
Eu encontrei uma jovem menina, ela me deu um arco-íris
Eu encontrei um homem que estava ferido no amor
Eu encontrei um outro homem que estava ferido em ódio
E é uma forte, é uma forte
É uma forte, e é uma forte
E é uma forte chuva que vai cair

Oh, o que farás agora, meu filho de olhos azuis?
Oh, o que farás agora, meu jovem querido?
Vou voltar lá pra fora antes que a chuva comece a cair
Vou andar até as profundezas da mais negra floresta
Onde o povo é tamanho
E suas mãos são vazias

Onde as cápsulas de veneno estão afogando suas águas
Onde o lar no vale
Encontra a prisão úmida e suja
Onde o rosto do executor está sempre bem escondido
Onde a fome é feia, onde as almas são esquecidas
Onde preto é a cor, onde nada é o número
E eu posso contá-lo e pensa-lo e dize-lo e respira-lo
E refleti-lo das montanhas
Para que todas as almas possam vê-lo
Então ficarei em pé sobre o oceano até começar a afundar
Mas eu conhecerei minha canção bem
Antes de começar a canta-la
E é uma forte, é uma forte, é uma forte, e é uma forte
E é uma forte chuva que vai cair


------------------------------------------------------------


A Satisfied Mind (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Quantas vezes você ouviu alguém dizer,
“Se eu tive seu dinheiro, eu poderia fazer coisas da minha maneira.”
Mas pouco sabem que é assim duro encontrar
Um homem rico em dez com uma mente satisfeita.

Uma vez que eu estava ganhando na fortuna e na fama;
Tudo de que eu sonhei para começar no jogo da vida.
Mas de repente aconteceu, eu perdi cada centavos,
Mas eu sou mais rico por estar com uma mente satisfeita.

O dinheiro não pode comprar sua juventude de volta quando você é velho
Ou um amigo quando você for solitário ou um grande amor;
A pessoa a mais rica é um pobre às vezes
Comparado ao homem com uma mente satisfeita.

Quando a vida acaba, meu tempo acabou,
Meus amigos e meus amados que eu deixarei, sem dúvida.
Mas uma coisa para certo, quando vier meu tempo,
Eu deixarei este mundo velho com uma mente satisfeita.


-----------------------------------------------------------------



All Along The Watchtower (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

"Deve haver alguma saída desse lugar", disse o bufão ao ladrão
"há confusão demais, não consigo nenhum alívio
homens de negócio bebem meu vinho, aradores cavam minha terra
nenhum deles sabe quanto vale uma parte disso"

"Não há razão para ficar excitado", o ladrão bondosamente falou
"existem muitos aqui entre nós que sentem
que a vida não passa de uma piada
mas você e eu já passamos por isso, e este não é nosso destino
por isso não conversemos com falsidade agora, está ficando tarde"

Por toda torre e observação, princípes guardavam a vista
enquanto todas as mulheres iam e vinham, criados descalços também

Lá fora, na distância, um gato selvagem grunhiu
dois cavaleiros se aproximavam, o vento começou a uivar

--------------------------------------------------------------------



Angelina (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponivel

Pois bem, ele é sempre a minha natureza para ter chances
Minha mão direita chamando de volta a minha mão esquerda enquanto adiantamentos
Quando a corrente é forte e as danças macaco
Para sintonizar o de uma concertina

Sangue resecado no meu cabelo amarelo como eu ir de costa a costa
Eu sei o que é isso que tem me chamou à sua porta
Mas, qualquer que seja ele poderia ser, faz você pensar você viu antes de mim
Angelina

Oh, Angelina. Oh, Angelina

Seus olhos estavam duas fendas que iria fazer uma serpente orgulhosa
Com um rosto que qualquer pintor iria pintar como ele andou por meio da multidão
Adoravam um deus com o corpo de uma mulher bem dotada
E do chefe de um hyena

Eu preciso da sua permissão para virar outra face?
Se você consegue ler a minha mente, por que eu preciso falar?
Não, eu ouvi dizer nada sobre o homem que procuram
Angelina

Oh, Angelina. Oh, Angelina

No vale do gigantes onde as estrelas e listras explodir
Os pêssegos eram doces e ao leite e mel fluiu
Eu era apenas seguintes instruções quando o juiz mandou-me no caminho
Com a sua intimação

Quando deixarem de existir, então quem é que vai culpar?
Tentei o meu melhor para te amo, mas eu não posso jogar este jogo
O seu melhor amigo e meu pior inimigo é uma ea mesma
Angelina

Oh, Angelina. Oh, Angelina

Há um Mercedes preto rollin 'através do combate zona
Seus servos são meia mortos; estiver baixo para o osso
Diga-me, homem alto, onde você gostaria de ser derrubado
Talvez para baixo em Jerusalém ou Argentina?

Ela foi furtado da sua mãe quando ela foi de três dias de idade
Agora sua vingança foi satisfeito e seu possessões foram vendidos
Ele está cercado por anjos de Deus e ela cansada uma venda
E assim são vocês, Angelina

Oh, Angelina. Oh, Angelina

Vejo pedaços de homens marchando; tentando tomar céu por força
Vejo o desconhecido cavaleiro, posso ver o cavalo branco pálido
Na verdade de Deus me diga o que você quer, e você terá que naturalmente
Basta passo na arena

Seguindo um caminho de recuar até eles espiral escadas
Passe a árvore de fumo, passar o anjo com quatro faces
Implorando misericórdia de Deus e chorando em lugares diabólicos
Angelina

Oh, Angelina. Oh, Angelina




---------------------------------------




Any day now (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Dizem que tudo pode ser substituído,
Que cada distância não está próximo,
Assim eu recordo com todos,
De cada homem que me é posto aqui.
REFRÂO
Eu vi minha luz vir brilhando,
Do oeste até o leste.
Todo o dia agora, qualquer maneira agora, eu serei liberado.
Dizem que cada homem necessita a proteção,
Que cada homem deve se levantar e cair.
Contudo eu juro que eu vi minha reflexão,
Em algum lugar assim altamente acima desta parede.

REFRÂO

Está além um homem nesta multidão só,
Um homem que o jure não deve responsabilizar.
O dia inteiro eu ouço-o gritar assim tão alto,
Está gritando para fora.

REFRÂO
Algum dia agora, alguma maneira agora,
Eu serei liberado







---------------------------------------------

Baby, Please Don't Go (tradução)
Bob Dylan

Composição: Big Joe Williams

Garotinha, Por Favor Não Vá

Garotinha, por favor não vá
Garotinha, por favor não vá
Garotinha, por favor não vá
Para Nova Orleans
Você sabe que eu te amo tanto
Garotinha, por favor não vá

Quando o homem foi parar
Quando o homem foi parar
Quando o homem foi parar
Lá na fazenda do condado
Ele estava algemado
Garotinha, por favor não vá
Não me deixe

Eu serei um cãozinho
Eu serei um cãozinho
Eu serei um cãozinho
Beijarei este chão aqui
Quando você pisar nele
Garotinha, por favor não vá

Garotinha, por favor não vá
Garotinha, por favor não vá
Garotinha, por favor não vá
Para Nova Orleans
Você sabe que eu te amo tanto
Garotinha, por favor não vá

Não garotinha, por favor não me deixe
Por que você tem que partir
E fazer isto comigo, garotinha?
Eu quero sofrer por você
Ah, garotinha, por favor não vá

Garotinha, garotinha, garotinha
Por favor não vá, por favor não vá
Não vá me deixar, por favor não vá
Garotinha, hum, garotinha, aham
Ah, não vá, não, não vá
Ah, não vá, não, não vá
Ah, não vá, não vá tão devagar
Ah, não vá, não, não vá

Por que você tem que me deixar
Deitado de costas?
Atravessando a lateral da rua
Você encontrou um novo macho,
Eu sei, então garotinha,
Por favor não vá
Garotinha, por favor não vá

Não, não, não, não
Oh por favor, por favor não me deixe
Eu não quero ser abandonado, garotinha
Ah, não vá, não vá, não vá


--------------------------------------------



Baby, Stop Crying (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Você já esteve no fundo do poço com um cara mau, babe,
Mas você está de volta aonde pertence.
Vá pegar minha pistola, babe,
Querida, Eu não posso lhe dizer o certo e o errado.

Baby, por favor pare de chorar, pare de chorar, pare de chorar
Baby, por favor pare de chorar, pare de chorar, pare de chorar
Baby, por favor pare de chorar.
Você sabe, Eu sei, o Sol sempre irá brilhar
Então baby, pare de chorar por que isto está acabando comigo.

Desça até o rio, babe,
Querida eu vou te encontrar lá.
Desça até o rio, babe,
Querida, eu vou pagar seu preço.

Se você está procurando ajuda, babe,
Ou se você só quer uma companhia
Ou se você só quer uma amigo com quem conversar,
Querida,venha e veja sobre mim.

Baby, por favor pare de chorar, pare de chorar, pare de chorar
Baby, por favor pare de chorar, pare de chorar, pare de chorar
Baby, por favor pare de chorar.
Você sabe, Eu sei, o Sol sempre irá brilhar
Então baby, pare de chorar por que isto está acabando comigo.

Você foi magoada tantas vezes
E eu sei no que você está pensando.
Bem, eu não preciso ser nenhum médico, babe,
Pra perceber que você está loucamente apaixonada.


-------------------------------------



Ballad Of A Thin Man (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Balada de um Homem Magro:

Você entra para o quarto
Com seu lápis em sua mão
Você vê alguém nu
E diz, “Quem é esse homem?”
Você tenta
Mas não consegue entender
Exatamente o que irá dizer
Quando chegar em casa
Porque algo está acontecendo aqui
Mas você não sabe do que se trata
Sabe, Mr. Jones?

Você levanta a cabeça
E pergunta, “Seria isto onde é o que isto é?”
E alguém aponta para você e diz, Â“É dele”
E você diz, “O que é meu?”
E outra pessoa diz, “Onde, o que é?”
E você diz, “Oh meu Deus
Estarei eu aqui sozinho?”
Porque algo está acontecendo aqui
Mas você não sabe do que se trata
Sabe, Mr. Jones?

Sua mão em sua passagem
E você vai assistir o CDF
Que imediatamente chega a você
Quando ele lhe ouve falar
E diz, “Como é que se sente
em ser tamanha aberração?”
E você diz, “Impossível”
Enquanto ele lhe oferece um osso
Porque algo está acontecendo aqui
Mas você não sabe do que se trata
Sabe, Mr. Jones?

Você tem vários contatos
Entre os madeireiros
Para lhe trazer os fatos
Quando alguém ataca sua imaginação
Mas ninguém tem qualquer respeito
De qualquer forma eles já esperam você
Para apenas dar um cheque
Descontáveis no imposto de renda
Para organizações de caridades

Você esteve com os professores
E todos eles gostaram de sua fachada
Com os grandes advogados que você tem
Discutem leprosos e ladrões
Você leu
Todos os livros de F. Scott Fitzgerald
Você tem um conhecimento literário amplo
Já se sabe
Porque algo está acontecendo aqui
Mas você não sabe do que se trata
Sabe, Mr. Jones?

Bem, o engolidor de espadas
Ele chega até você
Em seguida se ajoelha
E se benze
E então ele bate o seu salto alto
E sem mais notificar
Ele lhe pergunta como se sente
E diz, “Aqui está sua garganta de volta
Obrigado pelo empréstimo”
Porque algo está acontecendo aqui
Mas você não sabe do que se trata
Sabe, Mr. Jones?

Agora você vê este anão caolho
Gritando a palavra “AGORA”
E você diz, “Porque razão?”
E ele diz, “Como?”
E você diz, “O que isto quer dizer?”
E ele berra de volta, “Você é uma vaca
Me dê seu leite ou vá para casa”
Porque algo está acontecendo aqui
Mas você não sabe do que se trata
Sabe, Mr. Jones?

Bem, você entra em um quarto
Como um camelo e depois você franze
Você coloca seus olhos no bolso
E seu nariz no chão
Deveria existir uma lei
Contra você aparecendo por aqui
Você deveria ser obrigado a usar um egoísta
Porque algo está acontecendo aqui
Mas você não sabe do que se trata
Sabe, Mr. Jones?



--------------------------------



Ballad Of Hollis Brown (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

BALADA DE HOLLIS BROWN:

Hollis Brown
Ele viveu nas cercanias da cidade
Hollis Brown
Ele viveu nas cercanias da cidade
Com sua mulher e cinco filhos
E sua cabana desmoronando

Você procurou por trabalho e dinheiro
E andaste uma milha difícil
Você procurou por trabalho e dinheiro
E andaste uma milha difícil
Seus filhos estão tão famintos
Eles não sabem como sorrir

Os olhos do seu bebê estão doidos
Eles estão puxando suas mangas
Os olhos do seu bebê estão doidos
Eles estão puxando suas mangas
Você pisa pelo chão e se pergunta porque
Cada vez que você respira

Os ratos pegaram seu trigo
Sangue ruim pegou sua égua
Os ratos pegaram seu trigo
Sangue ruim pegou sua égua
Existe alguém que conhece?
Existe alguém que se importa?

Você rezou para o Senhor acima
Por favor mande um amigo
Você rezou para o Senhor acima
Por favor mande um amigo
Seu bolso vazio te diz
Que você não nenhum amigo

Seus bebês estão chorando mais alto
Está doendo sua cabeça
Seus bebês estão chorando mais alto
Está doendo sua cabeça
Os gritos de sua mulher lhe esfaqueiam
Como a chuva suja

Sua grama está ficando negra
Não há água em seu poço
Sua grama está ficando negra
Não há água em seu poço
Você gastou seu último dólar
Em sete cartuchos de espingarda

Lá fora no campo selvagem
Um coyote chama
Lá fora no campo selvagem
Um coyote chama
Seus olhos estão presos na espingarda
Que está pendurada na parede

Sua mente está sangrando
E suas pernas não conseguem ficar de pé
Sua mente está sangrando
E suas pernas não conseguem ficar de pé
Seus olhos estão presos na espingarda
Que você está segurando em suas mãos

Há sete brisas soprando
Ao redor da porta da cabana
Há sete brisas soprando
Ao redor da porta da cabana
Sete tiros ecoam
Como o roncar do oceano

Há sete pessoas mortas
Em uma fazenda de Dakota do Sul
Há sete pessoas mortas
Em uma fazenda de Dakota do Sul
Algum lugar à distância
Há sete pessoas novas nascendo


------------------------------------------




Blowin' In The Wind (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Soprando no vento:

Composição: Bob Dylan

Quantas estradas precisará um homem andar
Antes que possam chamá-lo de um homem?
Sim e quantos mares precisará uma
pomba branca sobrevoar
Antes que ela possa dormir na areia?
Sim e quantas vezes precisará
balas de canhão voar
Até serem para sempre abandonadas?
A resposta meu amigo está soprando no vento
A resposta está soprando no vento

Quantos anos pode existir uma montanha
Antes que ela seja lavada pelo mar?
Sim e quantos anos podem algumas pessoas existir
Até que sejam permitidas a serem livres?
Sim e quantas vezes pode um homem virar sua cabeça
E fingir que ele simplesmente não vê?
A resposta meu amigo está soprando no vento
A resposta está soprando no vento

Quantas vezes precisará um homem olhar para cima
Até poder ver o céu?
Sim e quantos ouvidos precisará um homem ter
Até que ele possa ouvir o povo chorar?
Sim e quantas mortes custará até que ele saiba
Que gente demais já morreu?
A resposta meu amigo está soprando no vento
A resposta está soprando no vento


---------------------------------


Bob Dylan's Blues (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

O BLUES DE BOB DYLAN:

Bem, o Cavaleiro Solitário e Tonto
Estão cavalgando pela trilha
Concertando os problemas de todos
Menos os meus
Alguém deve ter lhe dito
Que eu estou indo muito bem

Oh, vocês mulheres baratas
Com nada em suas mentes
Eu tenho uma menina de verdade que amo
E Senhor, eu a amarei até a morte
Suma de minha porta e minha janela também
Agora mesmo

Senhor, eu não vou até nenhum autódromo
Assistir nenhum carro de esporte correr
Eu não tenho nenhum carro esporte
E não tenho o desejo de ter um
Eu posso andar a qualquer hora pelo quarteirão

Bem, o vento continua me soprando
Pra cima e pra baixo nas ruas
Com meu chapéu em minhas mãos
E botas nos meus pés
Cuidado para não pisar em mim

Bem, olha aqui companheiro
Você quer ser como eu?
Saque um seis tiros
E roube todo banco que puder encontrar
Diga ao juiz que eu disse que estava tudo bem
Sim!

----------------------------------------




Bob Dylan's Dream (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

O SONHO DE BOB DYLAN:

Enquanto andava em um trem indo para o oeste
Eu caí no sono para descansar
Sonhei um sonho que me deixou triste
Tratando de mim e os primeiros poucos amigos que tive

Com olhos úmidos eu encarei o quarto
Onde meus amigos e eu passamos muitas tardes
Onde juntos enfrentamos muitas tempestades
Rindo e cantando até altas horas da manhã

Perto do velho fogão a lenha
Onde nossos chapéus eram pendurados
Nossas palavras eram ditas, nossas canções cantadas
Onde desejávamos nada e éramos satisfeitos
Brincando e conversando sobre o mundo lá fora

Com corações famintos pelo calor e frio
Nunca pensávamos que pudéssemos envelhecer
Pensávamos que poderíamos sentar para sempre em diversão
Mas nossas chances eram na verdade de um milhão contra um

Tão fácil quanto discernir o preto do branco
Era assim tão fácil discernir o certo do errado
E nossas obrigações eram poucas e a idéia nunca bateu
De que a estrada única que viajávamos
Poderia rachar e partir

Quantos anos já se passaram e se foram
E muitas apostas foram perdidas e vencidas
E muitas estradas levaram meus amigos
E cada um eu jamais vi novamente

Eu desejo, eu desejo, eu desejo em vão que pudéssemos
Simplesmente sentar naquele quarto novamente
Dez mil dólares ao cair de um chapéu
Eu daria tudo alegremente
Se nossas vidas pudessem ser daquele modo


-----------------------------------------




Buckets Of Rain (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

BALDES DE CHUVA:

Baldes de chuva
Baldes de lágrimas
Tenho todos os baldes saindo pelos ouvidos
Baldes de luz de luar em minhas mãos
Tenho todo o amor, querida, baby
Que você possa aturar

Fui meigo
E duro como carvalho
Já vi gente bonita desaparecendo feito fumaça
Amigos chegarão, amigos desaparecerão
Se me quiseres querida, baby
Estarei aqui

Gosto do seu sorriso
E das pontas de seus dedos
Gosto da maneira que você move os lábios
Gosto da maneira refrescante que olhas pra mim
Tudo sobre você está me trazendo
Miséria

Pequena caminhonete vermelha
Pequena bicicleta vermelha
Não sou macaco mas sei do que gosto
Eu gosto da maneira que você me ama, forte e devagar
Estou te levando comigo, querida, baby
Quando eu for

A vida é triste
A vida é um embuste
Tudo que você pode fazer é fazer o que pode
Você sabe o que tem de fazer, e você faz direito
Eu o farei por você, querida, baby
Você não percebe?


----------------------------




Can't Help Falling In Love (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Não Posso Evitar de me Apaixonar

Sábios dizem que só os tolos se aventuram (arriscam);
Mas eu não consigo evitar de me apaixonar por você;
Devo eu ficar!? Seria isso um pecado!?;
Se eu não consigo evitar de me apaixonar por você;

Assim como um rio vai certamente para o mar;
Assim isso também é certo (segue);
Algumas coisas são para acontecer;

Pegue minha mão;
Pegue minha vida inteira também;
Por eu não evitar de me apaixonar por você... -(x2)




---------------------------------



Chimes of Freedom (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

SINOS DA LIBERDADE


Bem depois do por do sol, antes do badalar pungente da meia noite
Nos atiramos pelo umbral da porta em meio a trovões que desabavam
Enquanto os sinos majestosos dos raios lançavam sombras nos sons
Como se fossem os sinos da liberdade cintilando
Cintilando pelos guerreiros cuja força está em não lutar
Cintilando pelos refugiados em seu caminho indefeso de fuga
E para cada soldado oprimido naquela noite
Olhamos, maravilhados, o cintilar dos sinos da liberdade.

Na fornalha derretida da cidade, olhamos inesperadamente
Rostos ocultos, as paredes como que querendo nos esmagar,
Enquanto o eco dos carrilhões confrontado com a chuva que assoviava
Dissolvia-se no som dos sinos dos relâmpagos
Os sinos dobravam para os rebeldes, dobravam para os torturados
Para os infelizes, abandonados e desamparados
Dobravam para os párias, sempre queimados na fogueira.
E olhamos, maravilhados, o cintilar dos sinos da liberdade.

Pelo martelar místico e louco da tempestade selvagem
O céu chicoteava seus poemas em maravilha pura
Que o som dos carrilhões das igrejas sumia longe na brisa
Deixando apenas os sinos dos trovões e relâmpagos
Os sinos dobravam para os gentis, dobravam para os bondosos
Para os guardiões e protetores das mentes
E para o pintor independente que sobrevive além de seu tempo
E olhamos, maravilhados, o cintilar dos sinos da liberdade.

Por toda a noite, qual igreja selvagem, a chuva descortinava histórias
Para os seres deslocados, sem rosto e sem agasalho
Os sinos dobravam para as bocas sem lugar para serem ouvidas,
Sempre inferiorizadas com essa situação assumida
Os sinos dobravam para os surdos e cegos, dobravam para os mudos,
Dobravam para os mal tratados, mães solitárias e prostitutas
Para os proscritos, caçados e derrotados pela captura.
E olhamos, maravilhados, o cintilar dos sinos da liberdade.

Apesar de uma cortina branca de nuvens brilhar ao longe
E do nevoeiro hipnótico ir subindo lentamente,
As luzes dos raios eram como flechas, disparadas para todos, menos para aqueles
Condenados a vagar ou então, até disso, impedidos.
Os sinos dobravam para os que procuram algo, em sua trilha silenciosa
Para os amantes de coração solitário com suas histórias muito pessoais
E para cada alma gentil e inofensiva, deslocada em uma cela.
E olhamos, maravilhados, o cintilar dos sinos da liberdade.

Olhos brilhando e sorrindo, lembro de como ficamos parados
Sem sentir o passar do tempo, que para nós ficou congelado
Ao escutarmos ainda uma vez mais, ao darmos uma última olhada
Tomados pela emoção, nó na garganta, até o fim do soar dos sinos
Que dobravam para os feridos sem quem cuide de suas chagas
Para os incontáveis acusados,
E para cada pessoa impedida em todo este vasto mundo
E olhamos, maravilhados, o cintilar dos sinos da liberdade.



---------------------------------------------------




Cocaine Blues (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Blues da Cocaína

Toda vez que eu e minha garota vamos à cidade
a polícia vem e me prende
Cocaína por todo o meu cérebro
Hey garota, melhor vir logo aqui
Esta velha cocaína está acabando comigo
Cocaína por todo o meu cérebro
Ao longe vem minha garota, ela está vestida de vermelho
Ela tem uma arma, diz que vai me matar
Cocaína por todo o meu cérebro
Hey garota, melhor vir logo aqui
Esta velha cocaína está acabando comigo
Cocaína por todo o meu cérebro
Uma manhã, quatro anos atrás
a cocaína bateu à minha porta
Cocaína por todo o meu cérebro
Hey garota, melhor vir logo aqui
Esta velha cocaína está acabando comigo
Cocaína por todo o meu cérebro
Cocaína é para os cavalos e não para os homens
O médico diz que ela vai me matar, mas ele não diz quando
Cocaína por todo o meu cérebro
Hey garota, melhor vir logo aqui
Esta velha cocaína está acabando comigo
Cocaína por todo o meu cérebro











---------------------------------


Dark Eyes (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Olhos Escuros

Oh, os cavaleiros estão conversando e o luar se reflete no rio
Eles estão bebendo e passeando, e é hora de eu ir embora
Eu vivo num outro mundo onde vida e morte são relembradas
Onde a terra é atingida pelas pérolas dos amantes
E tudo que eu vejo são olhos escuros

Um galo está cantando ao longe e outro soldado está em prece profunda
Mas eu posso ouvir outro tambor tocando pelos mortos que se levantam
A quem a fera da natureza assusta enquanto eles chegam
E tudo que eu vejo são olhos escuros
Eles me dizem para ser discreto em todos os propósitos
Eles me dizem que a vingança é doce, e de onde eles estão, tenho certeza que é
Mas eu não sinto nada pelo jogo deles, onde a beleza não é reconhida
E tudo que eu vejo são olhos escuros

Oh, a garota frencesa, ela está no paraíso, e um homem bêbado está no volante
A fome paga um preço pesado aos deuses decaídos da velocidade e do aço
Oh, o tempo é curto e os dias são doces e a paixão rege a flecha que voa um milhão de rostos a meus pés,
Mas tudo que eu vejo são olhos escuros

-------------------------------


Desolation Row (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Fileira Da Desolação:

Eles estão vendendo cartões postais sobre o enforcamento
Estão pintando os passaportes de marrom
O salão de beleza está lotado de marinheiros
O circo está na cidade
Lá vem o comissário cego
Eles o mantém em um transe
Uma mão amarrada
Ao equilibrista que caminha pela corda bamba
A outra está na sua calça
E o batalhão de choque está irrequieto
Eles estão precisando de um lugar para ir
Enquanto Lady e eu olhamos lá fora
Na Fileira da Desolação

Cinderela, ela parece tão fácil
“Precisa ser uma para conhecer uma”, ela sorri
E coloca suas mãos nos bolsos de trás
Ao estilo de Betty Davis
E entra Romeo, ele está gemendo
“Você Pertence a Mim, eu Creio”
E então alguém responde
“Você está no lugar errado, meu amigo
É melhor você partir”
E o único som que permanece
Depois que as ambulâncias partirem
É Cinderela chorando
Na Fileira da Desolação

Agora a lua está quase escondida
As estrelas começam a se esconder
A mulher cartomante
Inclusive já colocou todos os seus pertences para dentro
Tudo menos Caim e Abel
E o corcunda de Notre Dame
Todo mundo está fazendo amor
Ou esperando chuva
E o Bom Samaritano, ele está se vestindo
Ele está se preparando para o show
Ele vai ao carnaval esta noite
Na Fileira da Desolação

Agora Ofélia, ela está perto da janela
Por ela eu temo tanto
Em seu vigésimo segundo aniversário
Ela já é uma velha solteirona
Para ela, a morte é bem romântica
Ela veste um colete de ferro
Sua profissão é sua religião
Seu pecado é sua falta de vida
E embora seus olhos estão fixados sobre
O grande arco-íris de Noé
Ela gasta seu tempo olhando
Para a Fileira da Desolação

Einstein, disfarçado de Robin Hood
Com suas memórias em seu porta-malas
Passou por aqui uma hora atrás
Com seu amigo, um monge invejoso
Ele me pareceu tão imaculadamente assustador
Enquanto ele filava um cigarro
Então ele seguiu cheirando canos de esgotos
E recitando o alfabeto
Agora, você não acharia ao vê-lo
Mas ele era famoso há muito tempo
Por tocar o violino elétrico
Na Fileira da Desolação

Dr. Imundície, ele mantém seu mundo
Dentro de um copo de couro
Mas todos os seus pacientes assexuados
Estão tentando explodi-lo
Agora sua enfermeira, alguma perdedora local
Ela está no comando do buraco de cianeto
E ela também mantém as cartas que lê
“Tenha Misericórdia com A Alma Dele”
Eles todos brincam com os apitos de um centavo
Você pode ouvi-los soprar
Se esticar sua cabeça pra fora o suficiente
Na Fileira da Desolação

Atravessando a rua, eles pregaram as cortinas
Estão se preparando para o festim
O Fantasma da Opera
A imagem perfeita de um padre
Estão alimentando Casanova de colher
Para que ele se sinta mais confiante
Então eles o matarão com autoconfiança
Depois de envenena-lo com palavras
E o Fantasma está gritando para as meninas magricelas
“Saiam Daqui Caso Não Saibam
Casanova está sendo punido por ir
Para a Fileira da Desolação

Agora a meia noite todos os agentes
E a equipe sobre humana
Saem e reúnem todos
Que saibam mais do que eles
Então os levam até a fabrica
Onde as máquinas de ataque cardíaco
Estão amarradas em seus ombros
E então o querosene
É trazido dos castelos
Por homens da seguradora que vão
Checar para ver se ninguém foge
Da Fileira da Desolação

Louvado seja o Netuno de Nero
O Titanic navega ao poente
E todos estão gritando
“De Que Lado Você Está?”
E Ezra Pound e T. S. Eliot
(Estão) lutando na torre do capitão
Enquanto os cantores de Calipso estão rindo deles
E pescadores seguram flores
Entre a janela e o mar
Onde as lindas sereias fluem
E ninguém precisa pensar muito
Na Fileira da Desolação

Sim, eu recebi sua carta ontem
(Sobre a ocasião que a maçaneta da porta quebrou)
Quando me perguntou como eu estava indo
Era algum tipo de brincadeira?
Todas essas pessoas que você menciona
Sim, eu os conheço, são todos bem toscos
Eu tive que rearrumar seus rostos
E dar a todos outro nome
Agora não consigo ler muito bem
Não me mande mais cartas, não
A não ser que você as enderece
Para a Fileira da Desolação


------------------



Don't Think Twice, It's All Right (Tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

NÃO PENSE DUAS VEZES, ESTÁ TUDO CERTO:

Bem, não adianta sentar e se perguntar porque, babe
Se você não sabe até agora
E não adianta sentar e se perguntar porque, babe
De algum modo não vais concluir nunca
Quando o seu galo cantar ao nascer do dia
Olhe pela sua janela e eu terei ido
Você é a razão por eu estar indo embora
Mas não pense duas vezes, está tudo certo

E não adianta ligar sua luz, baby
A luz que eu nunca conheci
E não adianta ligar sua luz, baby
Estou do lado escuro da estrada
Mas eu gostaria que houvesse algo
Que você pudesse fazer ou dizer
Que pudesse me fazer mudar de idéia e ficar
Mas de qualquer modo nunca fomos de muita conversa
Portanto não pense duas vezes, está tudo certo

Não adianta chamar meu nome, garota
Como você nunca fez antes
Não adiante chamar meu nome, garota
Não consigo mais te ouvir
Estou pensando e imaginando, andando pela estrada
Eu amava uma mulher, uma criança me foi dito
Eu lhe dei o meu coração mas ela queria minha alma
Mas não pense duas vezes, está tudo certo

Adeus meu doce mel
Aonde vou, não sei dizer
E adeus é uma palavra boa demais, baby
Portanto direi apenas passar bem
Não estou dizendo que você me tratou mal
Você poderia ter feito melhor mas não me importo
Você apenas me fez perder o meu tempo precioso
Mas não pense duas vezes, está tudo certo



--------------------------



Down The Highway (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

DESCENDO A ESTRADA:

Bem, estou descendo a estrada
Com minha mala na mão
Sim, estou descendo a estrada
Com minha mala na mão
Senhor, eu realmente sinto falta do meu baby
Ela está em alguma terra distante

Bem, suas ruas estão ficando vazias
Senhor, suas estradas estão se enchendo
E suas ruas estão ficando vazias
E suas estradas estão se enchendo
Bem, do jeito que eu amo essa mulher
Juro que é capaz de me matar

Bem, estou apostando por tanto tempo
Senhor, eu não tenho muito mais a perder
Sim, estou apostando por tanto tempo
Senhor, eu não tenho muito mais a perder
Neste momento estou tendo problemas
Por favor não leve meus sapatos para a estrada

Bem, devo ter sorte algum dia, baby
Ou estou propenso a morrer tentando
Sim, devo ter sorte algum dia, baby
Senhor, Senhor, estou propenso a morrer tentando
Bem, me encontre no meio do oceano
E deixaremos esta velha estrada para trás

Bem, o oceano levou meu bem
Meu bem roubou meu coração de mim
Sim, o oceano levou meu bem
Meu bem roubou meu coração de mim
Ela guardou tudo em sua mala
Senhor, ela a levou embora para Itália

Então, estou andando, descendo a estrada
Tão longe quanto meus pobres olhos podem enxergar
Sim, estou andando, descendo a estrada
Tão longe quanto meus olhos podem enxergar
Da Ponte Golden Gate
Até a Estatua da Liberdade




------------------------------




From A Buick 6 (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

De Um Buick 6:

Eu tenho essa mulher que vira a noite
Você sabe ela cuida do meu guri
Mas minha mãe cheia de sentimentos
Você sabe, ela me mantém escondido
Ela é um anjo do ferro velho
E ela sempre me dá grana
Bem, se eu cair morto
Você sabe
É provável que ela coloque um lençol na minha cama

Bem, quando o oleoduto é quebrado
E eu estou perdido na ponte do rio
Estou atônito na auto-estrada
E a beira d'água
Ela chega pela passagem
Pronta para me costurar com uma linha
Bem, se eu cair morto
Você sabe
É provável que ela coloque um lençol na minha cama

Bem, ela não me deixa nervoso
Ela não fala muito
Ela anda feito Bo Diddley
E ela não precisa de nenhuma muleta
Ela guarda esta espingarda cheia de chumbo
Bem, se eu cair morto
Você sabe
É provável que ela coloque um lençol na minha cama

Bem, você sabe
Eu preciso de uma matrona tipo escavadora a vapor
Para manter longe os mortos
Eu preciso de uma matrona tipo caminhão de entulho
Para descarregar minha cabeça
Ela me traz tudo e mais
E como eu disse
Bem, se eu cair morto
Você sabe
É provável que ela coloque um lençol na minha cama




------------------------------------------



Girl Of The North Country (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

GAROTA DO NORTE DO PAÍS:

Bem, se você for viajar para a feira do norte do país
Onde os ventos batem forte na fronteira
Mande lembranças minhas para aquela que mora lá
Ela já foi um grande amor meu

Bem, se você for quando os flocos de neve caem
Quando os rios congelam e o verão acaba
Por favor veja se ela tem um casaco bem quente
Para protege-la dos ventos uivantes

Por favor veja se seus cabelos são longos
Se eles rolam e descaem sobre seus seios
Por favor veja para mim se seus cabelos são longos
É assim que eu melhor me lembro dela

Fico pensando se ela sequer se lembra de mim
Muitas vezes já rezei
Nas trevas da noite
No brilho do dia

Portanto se você for viajar para a feira do norte do país
Onde os ventos batem forte na fronteira
Mande lembranças minhas para aquela que mora lá
Ela já foi um grande amor meu



------------------------------------



House Of The Rising Sun (tradução)
Bob Dylan

Composição: Eric Burdon

A Casa do Sol Nascente

Há uma casa em New Orleans
Eles a chamam de ‘Sol Nascente'
E tem sido a ruína de muitos garotos pobres
E Deus sabe que sou um deles

Minha mãe era costureira
Ela costurou meus novos jeans
Meu pai era um apostador
Em New Orleans

A única coisa que um apostador precisa
É uma mala e um baú
E a única hora que ele se sente satisfeito
É quando está completamente bêbado

Oh mãe, diga as suas crianças,
Para não fazerem o que eu fiz
Desperdiçar suas vidas em pecados e miséria
Na casa do sol nascente

Com um pé na plataforma
E o outro no trem
Estou voltando para New Orleans
Para colocar aquelas correntes.


-----------------------

Hurricane (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Furacão

Tiros de revólver ressoam na noite dentro do bar
entra Patty Valentine vinda do salão superior
ela vê o garçon numa poça de sangue
solta um grito "Meu Deus, mataram todos eles!"
aí vem a história do Furacão
o homem que as autoridades acabaram culpando
por algo que ele nunca fez
colocando numa cela de prisão, mas houve um tempo
em que podia ter sido o campeão mundial

Três corpos deitados ali é o que Patty vê
e outro homem chamado Bello rodeando misteriosamente
"Eu não fiz isso"ele diz e joga os braços pra cima
"Estava só roubando a registradora , espero que você entenda
eu os vi partindo" ele diz e pára
"É melhor um de nós ligar pros tiras"
e assim Patty chama os tiras
e eles chegam na cena com suas luzes vermelhas piscando
na noite quente de New Jersey

Enquanto isso, bem longe, em outra parte da cidade
Rubin Carter e uns dois amigos estão dando algumas voltas de carro
o pretendente número um à coroa dos pesos-médios
não tinha idéia do tipo de merda que estava para baixar
quando um tira o fez parar no acostamento
igualzinho à vez anterior e à outra vez antes dessa
em Paterson é assim mesmo que as coisas rolam
se você é negro, melhor nem aparecer na rua
a não ser que queira atrair uma batida policial

Alfred Bello tinha um parceiro e ele soltou um papo atrás dos tiras
ele e Arthur Dexter Bradley estavam só fazendo uma ronda
ele disse "Vi dois homens sairem correndo, pareciam pesos-médios
pularam dentro de um carro branco com a placa de outro estado"
e a senhorita Patty Valentine apenas assentiu com a cabeça
um tira disse "Esperem um minuto, rapazaes, este aqui não está morto"
então o levaram à enfermaria
e embora esse homem mal pudesse enxergar
disseram a ele que podia identificar os culpados

As 4 da manhã eles arrastam Ruby consigo
o levam para o hospital e o trazem escada cima
o homem ferido olha pra cima através de seu único olho moribundo
diz " Por que vocês o trouxeram aqui dentro? Não é esse o cara !"
sim, eis aqui a história do Furacão
o homem que as autoridades acabaram culpando
por algo que ele nunca fez
colocando numa cela de prisão, mas houve um tempo
em que podia ter sido o campeão mundial

Quatro meses depois, os guetos estão em chamas
Rubin está na América do Sul, lutando por seu nome
enquanto Arthur Dexter Bradley continua no ramo do assalto
e os tiras estão apertando-o
procurando alguém pra culpar
"Lembra daquele assassinato que aconteceu num bar?"
"Lembra que você disse ter visto o carro fugitivo?"
"Você acha que está a fim de brincar com a lei?"
"Não acha que talvez tenha sido aquele lutador
que você viu correndo pela noite?"
"Não se esqueça de que você é branco"

Arthur Dexter Bradley disse "Não tenho muita certeza"
os tirs disseram "Um rapaz como você precisa de uma folga da polícia
te pegamos por aquele serviço no motel
e agora estamos conversando com seu amigo Bello
agora,você não querter de voltar pra cadeia
seja um sujeito legal
Você estará fazendo um favor a sociedade
aquele filho-da-puta é valente e está ficando cada vez mais
nós queremos botar o rabo dele pra fritar
queremos pregar esse triplo assassinato nele
o cara não é nenhum cavalheiro"

Rubin podia apenas nocautear um cara com apenas um soco
mas nunca gostou muito de falar sobre isso
"É meu trabalho", diria, "E eu o faço para ser pago
e quando isso termina, prefiro cair fora o mais rápido possível
na direção de algum paraíso
onde riachos de trutas correm e o ar é ótimo
e andar a cavalo ao longo de uma trilha"
mas aí o levaram para a cadeia
onde tentaram transformar um homem num rato

Todas as cartas de Rubin já estavam marcadas
o julgamento foi um circo de porcos, ele não teve a menor chance
o juiz fez das testemunhas de Rubin bêbados das favelas
e para os brancos que assistiam, ele era um vagabundo revolucionário
e para os negros, apenas mais um crioulo maluco
ninguém duvidava que ele tinha apertado o gatilho
e embora não conseguissem produzir a arma
o promotor público disse que era ele o responsável
e o juri, todos de brancos, concordou

Rubin Carter foi falsamente julgado
o crime foi de assassinato "em primeiro grau"
adivinha quem testemunhou?
Bello e Bradley,e ambos mentiram descaradamente
e os jornais, todos pegaram uma carona nessa onda
como pode a vida de um homem desses
ficar na palma da mão de algum tolo?
vê-lo obviamente condenado numa armação
não teve outro jeito a não ser me fazer sentir vergonha
de morar numa terra onde a justiça é um jogo

Agora todos os criminosos em seus paletós e gravatas
estão livres para beber martinis e assitir o sol nascer
enquanto Rubin fica sentado como Buda em uma cela de 3 metros
um inocente num inferno vivo
essa é a história do Furacão
mas não terá terminado enquanto não limparem seu nome
e devolverem a ele o tempo que serviu
colocado numa cela de prisão, mas houve um tempo
em que podia ter sido o campeão mundial

---------------------------------////---------------------------------------

Rubin Carter, boxeador, conhecido como Hurricane ( Furacão) foi preso em 66, acusado de assassinato em primeiro grau. Foi libertado, após 19 anos de prisão, em 85.
Recentemente sua história foi contada no filme Hurricane, sendo interpretado brilhantemente por Denzel Washington

Bob Dylan foi processado pela Patty Valentine, por ter usado seu nome na música .


----------------------------



I Pity The Poor Immigrant (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Tive pena do pobre imigrante
que do seu pais não queria ter saido
que usa todo seu poder para o mal
mas no final sempre acaba sozinho
o homen que com seus dedos trapaceia
e que mente como toda sua voz
que com paixão odeia sua vida
e do mesmo modo, teme sua morte

Tive pena do pobre imigrante
qUe a força é gasta em vão
que o céu é que nem uma prisão
que como chuva são suas lagrimas
que come mas não se satisfas
que escuta mas não vê
que ama sua riqueza propria
e se vira de costas para min

Tive pena do probre imigrante
que anda pela lama
que enche sua boca com gargalhadas
e que constroi sua cidade com sangue
de que suas visões no final
devem quebrar como o vidro
tive pena do pobre imigrante
quando sua alegria vier a acabar


-----------------------------



I Want You (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

O coveiro culpado suspira
O realejo solitário chora
Os saxofones prateados dizem
que eu não deveria mais te querer
Os sinos rachados e os chifrudos
Sopram com desdém na minha cara
Mas esse não é o caminho
Eu não nasci para te perder
Te quero, te quero
Te quero tanto
Querida, eu te quero

Políticos bêbados saltitam
pelas ruas onde as mães choramingam
E os salvadores que estão
profundamente adormecidos,
te esperam
E eu espero por eles para que
me interrompam de beber em minha xícara quebrada
E me peçam
Que lhes abra a porta
Te quero, te quero
Te quero tanto
Querida, eu te quero

Agora todos os meus pais se foram
sem conseguir o verdadeiro amor
Mas todas suas filhas me injuriam
porque eu não penso nisso

Bem, eu retorno à Rainha de Espadas
E converso com minha criada
Ela sabe que eu não tenho medo
de olhar para ela
Ela é boa para mim
E não há nada que ela não veja
Ela sabe onde eu gostaria de estar
Mas isso não importa
Te quero, te quero
Te quero tanto
Querida, eu te quero

Agora seu filho dançarino com seu terno chinês
Disse para mim, eu tomei sua flauta
Não, não fui muito amável com ele
Fui?
Mas eu fiz isso, porque ele mentiu
Porque ele te enganou
E porque o momento lhe era propício
E porque eu...
Te quero, te quero
Te quero tanto
Querida, eu te quero



-----------------------------


Idiot Wind (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

VENTO IDIOTA:

Alguém tá a fim de me ferrar
Estão plantando estórias na imprensa
Quem quer que seja
Eu espero que eles parem logo contudo
Quando irão, posso somente adivinhar
Dizem que eu atirei em um homem chamado Gray
E levei sua mulher para a Itália
Ela herdou um milhão de dólares
E quando ela morreu o dinheiro veio para mim
Não é minha culpa se sou sortudo
As pessoas me vêem a toda hora
E eles não conseguem se lembrar como agir
Suas mentes estão cheias com grandes idéias
Imagens e fatos distorcidos
Até mesmo você ontem
Você precisou me perguntar onde é que está
Não conseguia acreditar
Que depois de todos esses anos
Você não me conhecia melhor do que isso
Doce dama

Vento idiota
Soprando cada vez que você move sua boca
Soprando das ruas traseiras indo ao sul
Vento idiota
Soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Eu esbarrei em um cartomante
Que disse cuidado com o relâmpago que pode cair
Não conheço paz e quietude por tanto tempo
Não consigo me lembrar como é
Existe um soldado solitário no cruzamento
Fumaça saindo da porta do bonde
Você não sabia
Você não pensou que pudesse ser feito
No final ele venceu a guerra
Após perder todas as batalhas

Acordei ao lado da estrada
Sonhando acordado sobre como as coisas às vezes são
Visões de sua crina castanha
Atiram pela minha cabeça
E me fazem ver estrelas
Você magoa aqueles que você mais ama
E cobre a verdade com mentiras
Algum dia você estará num buraco
Moscas zumbindo ao redor dos seus olhos
Sangue na sua sela

Vento idiota
Soprando cada vez que você move sua boca
Soprando das ruas traseiras indo ao sul
Vento idiota
Soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Foi a gravidade que nos empurrou para baixo
E o destino que nos partiu
Você amansou o leão na jaula
Mas não era o bastante para mudar meu coração
Agora tudo está um pouco de cabeça pro ar
Pensando melhor, as engrenagens pararam
O que é bom é mal, o que é mal é bom
Você descobrirá quando alcançar o topo
Você está por baixo

Eu notei na cerimônia que
Seus modos corruptos finalmente lhe deixaram cega
Não me recordo mais o seu rosto
Sua boca mudou
Seus olhos não olham os meus
O padre se vestiu de preto no sétimo dia
E sentou com uma expressão carrancuda*
Enquanto o prédio queimava
Eu esperei por você nas tábuas de acesso
Perto dos ciprestes
Enquanto a primavera lentamente se tornava outono

Vento idiota
Soprando como um círculo ao redor de meu crânio
Desde a Grande Represa de Coulee até o Capitólio
Vento idiota
Soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Não consigo mais te sentir
Não consigo sequer tocar nos livros que você lê
Cada vez que eu rastejei perto de sua porta
Eu gostaria de ter sido outra pessoa
Descendo a estrada, descendo a trilha
Descendo o caminho para o êxtase
Eu lhe segui debaixo das estrelas
Assombrado pela sua memória
E sua glória furiosa

Eu fui enganado pela última vez
E agora estou finalmente livre
Eu beijei adeus
A besta uivante na fronteira
Que separa você de mim
Você jamais saberá a dor que sofri
Ou a dor do qual eu me elevei
E eu jamais saberei o mesmo de você
Sua santidade ou seu tipo de amor
E isso me deixa triste

Ventos idiotas
Soprando através dos botões dos nossos casacos
Soprando através das cartas que escrevemos
Vento idiota
Soprando a poeira das estantes
Somos idiotas, baby
É um milagre que saibamos nos alimentar



-------------------------


If You See Her, Say Hello (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

SE VOCÊ A VER, DIGA-LHE OLÁ:

Se você a ver, diga-lhe olá
Ela pode estar em Tangier
Ela partiu daqui na primavera passada
Estava vivendo lá, ouvi
Diga por mim que estou bem
Embora as coisas vão meio devagar
Ela pode pensar que eu a esqueci
Não diga-lhe que isto não aconteceu

Nós tivemos um desentendimento
Como amantes geralmente têm
E ao pensar como ela se foi aquela noite
Ainda me traz um arrepio
E embora nossa separação
Perfurou meu coração
Ela ainda vive dentro de mim
Nunca ficamos tão longe assim

Se você chegar perto dela
Beija-lhe uma vez por mim
Eu sempre a respeitei
Por sair fora e ficando livre
Oh, o que deixa-la feliz
Não ficarei no caminho
Embora um gosto amargo ainda permanece
Da noite que tentei faze-la ficar

Eu vejo muitas pessoas quando dou minha volta
E eu ouço seu nome aqui e ali
Quando eu vou até a cidade
E eu nunca me acostumo com isso
Apenas aprendi como desligar
Ou sou muito sensível ou estou ficando mole

O sol se põe, lua amarela
Eu reensaio o passado
Conheço cada cena de cor
Todas passam tão rápidas
Se ela passar por esse caminho novamente
Não sou tão difícil de se achar
Diga-lhe que ela pode me procurar
Se ela tiver tempo



------------------------------



It Ain't Me, Babe (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Não Sou Eu, Garota


Saia da minha janela,
Vá na velocidade que preferir.
Eu não sou quem você quer, garota,
Eu não sou quem você precisa.
Você diz que está procurando por alguém
Jamais fraco mas sempre forte,
Pra te proteger e te defender
Estando certa ou errada.
Alguém que vá abrir todas as portas,
Mas esse não sou eu, garota.
Não, não, não, não sou eu, garota,
Não sou eu que você está procurando, garota.

Vá calmamente pro abismo, garota,
Vá calmamente pro chão.
Eu não sou quem você quer, garota,
Eu só vou te botar pra baixo.
Você diz que está procurando por alguém
Que vá prometer nunca partir,
Alguém que vá fechar os olhos por você,
Alguém que vá fechar o próprio coração,
Alguém que vá morrer por você e tudo o mais,
Mas esse não sou eu, garota.
Não, não, não, não sou eu, garota,
Não sou eu que você está procurando, garota.

Vá fundir-se novamente na noite, garota,
Tudo aqui dentro é feito de pedra.
Não há nada se movendo aqui
E, de qualquer jeito, eu não estou sozinho.
Você diz que está procurando por alguém
Que vá te segurar cada vez que você cair,
Que vá te dar flores constantemente
E que vá vir sempre que você chamar,
Um amante pra vida e mais nada,
Mas esse não sou eu, garota.
Não, não, não, não sou eu, garota,
Não sou eu que você está procurando, garota.



------------------------------


It's All Over Now, Baby Blue (Tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob dylan

Você deve ir embora agora, pegue o que precisar, você acha que vai durar
mas o que quer que você deseja manter, é melhor pegar rápido.
Lá está o seu órfão com a arma
chorando como um fogo ao sol
Olhe, os santos estão aparecendo
e está tudo acabado agora, Baby Blue

A auto-estrada é para jogadores, é melhor ter juízo
Pegue o que você juntou das coincidências
O pintor de mãos vazias das ruas
está fazendo desenhos malucos nos seus lençóis
Este céu, também, está se dobrando abaixo de você
e está tudo acabado agora, Baby Blue

Todos os seus marinheiros com enjôo, estão indo pra casa
todos os seus exércitos de renas estão indo pra casa
O amante que acabou de sair por sua porta
tirou todos os cobertores dele do chão.
O carpete também está se movendo debaixo de você
e está tudo acabado agora, Baby Blue

Deixe suas pedras pra trás, alguém o chama
esqueça os mortos que você abandonou, eles não o seguirão
o andarilho que está batendo à sua porta
está nas roupas que um dia você usou
acerte um outro lance, recomece
e está tudo acabado agora, Baby Blue



--------------------------------



I´ll Be Your Baby Tonight (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Feche os olhos, feche a porta
Você não tem mais que se preoucupar
Serei o seu bebê esta noite

Desligue as luzes, abaixe as cortinas
Não há o que temer
Serei o seu bebê esta noite

Aquele passaro vai voar pra longe,
Nós vamos esquecer dele
Aquela grande, gorda lua vai reluzir como uma colher
Mas nós vamos deixar
Você não vai se arrepender

Tire seus sapatos, não tenha medo
Traga aquela garrafa pra cá
Serei o seu bebê esta noite


-----------------


Joey (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Nascido em Red Hook, Brooklin, no ano de quem sabe quando
Abriu seus olhos para o toque de uma sanfona
Sempre no lado de fora de qualquer lado que há
Quando lhe perguntaram por que tinha de ser dessa maneira,
"Bem", ele respondeu, "só por isso."

Larry era o mais velho, Joey o segundo mais velho.
Eles chamavam-o de Joey "louco", o bebê era chamado de "Criança Explosão"
Uns diziam que eles viviam do jogo e correndo números também.
Sempre pareceu que eles brigavam entre o povo e os homens de azul também.

Joey Joey
Rei das ruas, filho do barro
Joey Joey
O que fazer quando eles vierem e soprarem você para longe?

Há boatos de que eles mataram os seus rivais, mas a verdade está longe disso
Ninguém nunca soube ao certo onde eles realmente estavam
Quando eles tentaram estrangular Larry, Joey quase golpeou o telhado
Ele foi fora daquela noite procurar vingança, pensaran que era a prova de bala.

A guerra estourou ao amanhecer, e esvaziou-se fora das ruas
Joey e seu irmão sofreram terriveis derrotas
Até que eles se aventuraram além das linhas e levaram cinco prisioneiros
Eles os esconderam longe, em um porão, chamando-os de amadores
Os reféns estavam triplicando quando eles ouviram um homem gritar
"deixe soprar esse lugr para o além, deixe o Cel. Edson levar a culpa"
Mas Joey andou a diante, levantou a mão e disse: "Nós não somos esse tipo de homens
É de paz e tranquilidade que precisamos para trabalhar novamente."

Joey Joey
Rei das ruas, filho do barro
Joey Joey
O que fazer quando eles vierem e soprarem você para longe?

O departamento de polícia investigou ao redor, eles chamaram o Mr Smith
Eles causaram lhe entriga, eles nunca estavam certos de com quem
"Que horas são?" disse o juiz para Joey quando eles se encontraram
"Cinco para as dez" disse Joey. Isso é exatamente o que ganhará".

Ele cumpriu dez anos em Attica, lendo Nietzsche e wilhelc Reich
Eles jogaram-o no buraco um tempo para tentar parar os ataques
Seus amigos próximos era os homens negros porque eles parecuam entender
O que é estar na sociedade com uma algema em sua mão

Quando eles o deixaram sair em 71 ele perdeu um pouco de peso
Mas vestido como James Cagney e eu ele prometia um visual ótimo
Ele tentou encontrar uma forma de voltar a vida que ele tinha deixado
Para o chefe ele disse: "Eu retornei, e agora quero o que é meu".

É certo que em seus anos posteriores ele não carregaria uma arma
"Eu estou cercado de mauitas crianças" ele dizia " eles nunca devem saber de uma"
Ainda andou direito na sede de seus inimigos mortais de toda vida
Então ele vacilou nas ruas de Little Italy

Joey Joey
Rei das ruas, filho do barro
Joey Joey
O que fazer quando eles vierem e soprarem você para longe?

Irmã Jacqueline e Carmela e mãe Mary estavam todas chorando
Eu ouvi seu melhor amigo dizendo: " Ele não está morto, ele só está desacordado."
Então eu vi a limosine do velho voltar-se para o cemitério
Eu esperava que ele dissesse um último adeus para o filho que ele não pode salvar.

O sol voltou a esfriar completamente a President Street
E o bairro do Brooklyn ficou de luto
Eles rezavam uma missa na velha igraja proxima a casa onde ele nasceu
E algum dia se Deus em sua inspeção do paraíso se manter
Eu sei que os homens que mantiveram seus desejos baixos terão o que merecem

Joey Joey
Rei das ruas, filho do barro
Joey Joey
O que fazer quando eles vierem e soprarem você para longe?


--------------------



Jokerman (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Curinga

Sobre as águas, jogando seu pão,
Enquanto os olhos do ídolo, com a cabeça de ferro, estão brilhando.
Barcos distantes rumo à bruma seguem seus cursos,
Você nasceu com uma cobra em seus pulsos,
Enquanto um furacão estava soprando
Liberdade logo ao virar a esquina para você
Mas, com a confiança tão longe, de que servirá?

[Refrão]
Curinga dance para a melodia do rouxinol,
Pássaro, voe alto ao luar
Ó, ó, ó Curinga.

O sol põe-se tão velozmente no céu,
Você se levanta e diz adeus para ninguém.
Tolos correm para lugares onde anjos temem pôr seus pés,
O futuro dos dois, tão cheios de temor, você não tem nenhum.
Mudando mais uma camada de pele,
Mantendo-se a um passo a frente do perseguidor dentro de você.

[Refrão]

Você é um homem das montanhas, você pode andar nas nuvens,
Manipulador de multidões, você distorce sonhos
Você irá para Sodoma e Gomorra,
Mas o que te importa?
Lá ninguém vai querer casar com a sua irmã.
Amigo do mártir, um amigo da mulher que causa vergonha,
Você olha dentro da fornalha escaldante, vê um homem rico sem nome.

[Refrão]

Bem, o Livro do Livítico e Deuteronômio,
A lei da selva e do mar são seus únicos professores.
Na fumaça do crepúsculo sobre um corcel lácteo.
Michelangelo realmente poderia ter esculpido sua feição.
Repousando nos prados, longe do espaço turbulento,
Meio adormecido perto das estrelas,
Com um pequeno cachorro lambendo seu rosto.

[Refrão]

Bem, o fuzileiro aproxima-se silenciosamente dos doentes e aleijados,
O pregador busca o mesmo,
Quem chegará lá primeiro é incerto.
Cassetetes e canhões de água, gás lacrimejante, cadeados,
Coquetéis molotov e pedras atrás de cada cortina,
Juízes pérfidos morrendo nas teias que eles mesmos tecem,
É só uma questão de tempo até que a noite se instale.

[Refrão]

É um mundo sombrio, céus são escorregadiamente cinzentos,
Uma mulher acabou de dar à luz a um príncipe hoje
E o vestiu de escarlate.
Ele irá pôr o padre no bolso, pôr a lâmina para aquecer,
Tirem as crianças sem mães da rua
E coloquem-nas aos pés de uma meretriz.
Ó, Curinga, você sabe o que ele quer,
Ó, Curinga, você não demonstra nenhuma reação.

[Refrão]



----------------------



Just Like a Woman (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Assim Como Uma Mulher

Ninguém sente dor alguma
Hoje à noite enquanto eu ficar debaixo da chuva
Todo mundo sabe
Que minha querida ganhou roupas novas
Embora recentemente eu veja suas fitas e seus laços
Caírem dos seus cabelos encaracolados

Ela te prende assim como uma mulher, sim, ela prende
Ela faz amor assim como uma mulher, sim, ela faz
E ela geme assim como uma mulher
Mas ela se magoa assim como uma pequena garota.

Rainha Mary, ela é minha amiga
Sim, eu acredito que vou vê-la novamente
Ninguém precisa pensar
Que minha querida não pode ser abençoada
Até que ela finalmente veja que ela é como os outros
Com sua avidez, sua anfetamina e suas pérolas

Ela te prende assim como uma mulher, sim, ela prende
Ela faz amor assim como uma mulher, sim, ela faz
E ela geme assim como uma mulher
Mas ela se magoa assim como uma pequena garota.

Estava chovendo pela primeira vez
E eu estava lá morrendo de desejo
Então eu vim aqui
E a sua já antiga maldição machuca
Mas o que é pior
É essa dor aqui
Eu não posso ficar aqui
Não está claro?

Eu não posso mais agüentar
Sim, eu acredito que é hora de desistirmos
Quando nos encontrarmos de novo
Apresentados como amigos
Por favor, não conte que você me conhecia quando
Eu estava faminto e aquele era o seu mundo

Ah, você engana assim como uma mulher, sim, você engana
Você faz amor assim como uma mulher, sim, você faz
Então você geme assim como uma mulher
Mas você se magoa assim como uma pequena garota.


--------------------------


Knockin' On Heaven's Door (Tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

BATENDO À PORTA DO PARAÍSO

Mamãe, tire este distintivo de mim
Eu não posso mais usá-lo
Está ficando escuro
Escuro demais para enxergar
Sinto como se eu estivesse
Batendo à porta do paraíso

Bate, bate, batendo à porta do paraíso
Bate, bate, batendo à porta do paraíso
Bate, bate, batendo à porta do paraíso
Bate, bate, batendo à porta do paraíso

Mamãe, ponha minhas armas no chão
Não posso mais dispará-las
Aquela longa nuvem negra está descendo
Sinto como se eu estivesse
Batendo à porta do paraíso

Bate, bate, batendo à porta do paraíso
Bate, bate, batendo à porta do paraíso
Bate, bate, batendo à porta do paraíso
Bate, bate, batendo à porta do paraíso


-----------------------------


Lay, Lady, Lay (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Deite, senhora, deite, deite-se em minha grande cama de metal
Deite, senhora, deite, deite-se em minha grande cama de metal
Quaisquer cores que você tenha em sua mente
Eu as mostrarei a você e você as verá brilhar

Deite, senhora, deite, deite-se na minha cama de metal
Fique, senhora, fique, fique por algum tempo com o seu homem
Até o amanhecer, me deixe ver você fazê-lo sorrir
As roupas dele estão sujas, mas as mãos dele estão limpas
E você é a melhor coisa que ele já viu

Fique, senhora, fique, fique por algum tempo com o seu homem
Por que esperar mais pelo começo do mundo
Você pode ter o seu bolo e pode comê-lo também
Por que esperar mais por quem você ama
Quando ele esta de pé em frente a você

Deite, senhora, deite, deite-se na minha cama de metal
Fique, senhora, fique, enquanto ainda é noite
Eu desejo vê-la a luz da manhã
Eu desejo alcançar a noite para você
Fique, senhora, fique, enquanto ainda é noite



----------------------------


ike a Rolling Stone (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Como uma Pedra a Rolar

Era uma vez, você se vestia tão bem
Jogava esmola aos mendigos em seu auge, não foi?
As pessoas chamavam, dizendo:
"Cuidado boneca, você está pedindo pra cair"

Você achou que todos eles
Estavam brincando com você
Você costumava rir de todo mundo
Que ficava vadiando ao redor
Agora você não fala tão alto
Agora você não parece tão orgulhosa
De estar tendo que vasculhar
Pela sua próxima refeição

Como se sente? Como se sente?
Por estar sem um lar?
Como uma completa estranha?
Como uma pedra a rolar?*

Você freqüentou a melhor escola
Muito bem, Senhorita Solitária
Mas você sabe que você apenas
Ficava enchendo a cara lá
E ninguém jamais lhe ensinou
Como viver nas ruas
E agora você descobre

Você vai ter que se acostumar com isso
Você dizia que jamais condescenderia
Com o vagabundo misterioso,
Mas agora você percebe
Que ele não está vendendo álibis
Enquanto você olha fixamente
Para o vácuo de seus olhos
E o pergunta, você quer fazer um trato?

Como se sente? Como se sente?
Por estar por sua conta?
Sem direção alguma para casa
Como uma completa estranha?
Como uma pedra a rolar?

Você nunca se virou para ver as carrancas
Dos equilibristas e dos palhaços
Enquanto todos eles chegavam
E faziam truques para você
Você jamais entendeu que isso não é bom
Você não deveria deixar as outras pessoas
Se divertir no seu lugar

Você antigamente cavalgava
O cavalo cromado com seu diplomata
Que carregava em seu ombro um gato siamês
Não é difícil quando você descobre que
Ele realmente não era tudo que aparentava ser
Depois que ele levou de você
Tudo o que podia roubar?

Como se sente? Como se sente?
Por estar por sua conta?
Sem direção alguma para casa
Como uma completa estranha?
Como uma pedra a rolar?

Princesa no campanário e todas as pessoas bonitas
Estão todas bebendo e pensando que estão por cima
Trocando presentes caros e coisas
Mas é melhor você surrupiar o seu anel de brilhante
É melhor você penhorá-lo, gata

Você antigamente era tão entretida
Com o Napoleão de trapos e a linguagem que ele usava
Vá para ele agora, ele te chama, você não pode recusar
Quando você não tem nada, você não tem nada a perder
Você está invisível agora
Você não tem mais segredos a ocultar

Como se sente? Como se sente?
Por estar por sua conta?
Sem direção alguma para casa
Como uma completa estranha?
Como uma pedra a rolar?

Nota:
*Como uma Pedra a Rolar: Significa perdido(a) na vida.

------------------------------

Maggie's Farm (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Eu nunca mais vou trabalhar na fazenda da Maggie
Não, eu não vou mais trabalhar na fazenda da Maggie
Bem, eu acordo de manhã
Cruzo minhas mãos e rezo por chuva.
Eu tenho a cabeça cheia de idéias
que estão me deixando louco
É uma vergonha o jeito como ela me faz esfregar o chão.
Eu não vou mais trabalhar na fazenda da Maggie.

Eu não vou mais trabalhar para o irmão da Maggie
Não, Eu não vou mais trabalhar para o irmão da Maggie
Bem, ele te dá um niquel
Ele te dá uma moeda de dez centavos
Ele te pede forçadamente
Se você está tendo um belo momento
Então ele te multa toda a vez que você bate a porta.
Eu não vou mais trabalhar para o irmão da Maggie

Eu não estou indo trabalhar para o pai de Maggie mais
Não, Eu não estou indo trabalhar para o pai de Maggie mais
Bem, ele põe seu cigarro na sua cara apenas por pontapés
Sua janela
É feita sem tijolos
A Guarda Nacional fica em volta de sua porta
Ah, Eu não estou indo mais trabalhar para o pai de Maggie

Eu não vou mais trabalhar para a mãe de Maggie
Não, Eu não vou mais trabalhar para a mãe de Maggie
Bem, ela conversa com todos os empregados
Sobra homem e Deus e Leis.
Todos dizem que ela é o cérebro por trás do pai.
Ela tem 68 anos, mas diz ter 54.
Eu não vou mais trabalhar para a mãe de Maggie

Eu não vou mais trabalhar na fazenda de Maggie
Não, eu não vou mais trabalhar na fazenda de Maggie
Bem, eu fiz meu melhor
Ser apenas como eu sou,
Mas todos querem que você seja
exatamente como eles são.
Eles cantam e dizem enquanto você trabalha e eu apenas fico entediado.
Eu não vou mais trabalhar na fazenda da Maggie.


------------------------



Mama, You've Been On My Mind (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Mãe, Tenho Pensado em Ti


Talvez seja a cor do sol cortando o chão
E cobrindo a encruzilhada em que estou de pé
Ou talvez seja apenas o tempo ou algo assim
Mas, mãe, tenho pensado em ti

Eu não significo "problemas", por favor não me deixe triste ou fique desarranjada
Não estou alegando ou dizendo "Eu não consigo esquecer"
Eu não ando por aí fazendo reverências e cumprimentando, mas ainda,
Mãe tenho pensado em ti

Mesmo apesar de minha mente ser obscura, meus pensamentos, eles são estreitos
Onde você tem estado, isso não me preocupa nem me entristece
Mas isso não importa, se você vai acordar amanhã
Mas mãe, tenho pensado em ti

Não estou pedindo que você fale palavras com "sim" ou "não"
Por favor me entenda, eu não tenho pra onde ir
Estou apenas respirando aqui comigo, fingindo que não sei
Mãe, tenho pensado em ti

Quando você acordar de manhã, querida, se olhe no espelho
Você sabe que não vou estar perto de você, que não vou estar perto
Eu só estou curioso para saber se você pode se ver tão bem
Quanto alguém que tem pensado em você.



-------------------------


Man of constant sorrow (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Eu sou um homem de constante arrependimento
Eu vi problemas, em todos os meus dias,
Eu direi adeus ao Colorado
Onde eu nasci, e fui parcialmente criado.

Sua mãe diz que eu sou um estranho
Meu rosto você nunca mais vai ver
Mas aqui vai uma promessa, meu bem,
Eu a verei no cais dourado de Deus.

Por esse mundo aberto que estou prestes a cruzar
Pelo gelo e a neve, claro e chuva
Estou prestes a andar pela ferrovia da manhã
Talvez eu morra nesse trem.

Eu vou voltar ao Colorado
O lugar onde comecei,
Se eu soubesse o quão mal iria me tratar,
Meu bem, Eu jamais teria vindo.


-----------------------


Meet Me In The Morning (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

ME ENCONTRE PELA MANHÃ:

Me encontre pela manhã, rua 56 e Wabasha
Me encontre pela manhã, rua 56 e Wabasha
Querida, poderíamos estar no Kansas
A hora em que a neve começar a derreter

Dizem que a hora mais escura
É momentos antes da nascente
Dizem que a hora mais escura
É momentos antes da nascente
Mas você não diria por mim
Todo dia tem sido trevas desde que você se foi

O pequeno galinho cantando
Algo deve estar em sua mente
O pequeno galinho cantando
Algo deve estar em sua mente
Bem, eu me sinto igual a um galo
Querida, você me trata tão mal

Os pássaros voam baixo, baby
Querida me sinto tão exposto
Bem, os pássaros voam baixo, baby
Querida me sinto tão exposto
Bem agora, eu não tenho nenhum fósforo
E as portas da estação estão fechadas

Bem, eu luto contra arame farpado
Senti a geada cair de cima
Bem eu luto contra arame farpado
Senti a geada cair de cima
Bem, você sabe que corri mais que os cachorros
Querida, você sabe que eu mereço o seu amor

Veja o sol afundando como um navio
Veja o sol afundando como um navio
Não é bem como o meu coração, baby
Quando você beijou meus lábios?


--------------------------------



Masters Of War (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

SENHORES DA GUERRA

Venham seus senhores da guerra
Vocês que constroem as grandes armas
Vocês que constroem os aeroplanos da morte
Vocês que constroem todas as bombas
Vocês que se escondem atrás das paredes
Vocês que se escondem atrás das mesas
Eu só quero que vocês saibam
Que eu enxergo através de suas mascaras

Você que nunca fez nada
A não ser criar para a destruição
Você brinca com meu mundo
Como se fosse seu pequeno brinquedo
Você coloca uma arma em minha mão
E se esconde da minha vista
E se vira e corre longe
Quando as rajadas de balas voam

Como um Judas do passado
Você mente e engana
Uma guerra mundial pode ser vencida
Você quer que eu acredite
Mas eu enxergo através de seus olhos
E eu enxergo através de sua mente
Como enxergo através da água
Que escorre pelo meu ralo

Vocês aprontam os gatilhos
Para os outros atirar
Então vocês se afastam e assistem
Enquanto a contagem dos mortos aumenta
Vocês se escondem em suas mansões
Enquanto o sangue dos jovens
Escorre pelos seus corpos
E são enterrados na lama

Vocês jogaram o pior dos medos
Que possa ser lançado
Medo de trazer crianças
Para o mundo
Por ameaçarem meu filho
Ainda por nascer e sem nome
Vocês não valem o sangue
Que corre pelas suas veias

O quanto que eu sei
Para falar fora de hora?
Você pode dizer que sou jovem
Você pode dizer que sou inculto
Mas há uma coisa que eu sei
Embora eu seja mais novo que você
Nem Jesus jamais poderia
Perdoar o que você faz

Deixa eu te fazer uma pergunta
Será que seu dinheiro é mesmo tão forte?
Poderia comprar seu perdão?
Você acredita que pode?
Acho que irá descobrir
Quando sua morte te encontrar
Que todo o dinheiro do mundo
Não comprará de volta sua alma

E eu espero que você morra
E sua morte logo virá
Seguirei seu caixão
Na tarde pálida
E assistirei enquanto eles lhe abaixem
Para seu leito de morte
E ficarei de pé sob seu túmulo
Até ter certeza que estiver morto



----------------------

Mozambique (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Gosto de passar algum tempo em Moçambique
O céu está ensolarado e a água azul
E todos os casais dançando juntos
É muito agradável a estada de uma semana ou duas.
Há muitas garotas bonitas em Moçambique
Tem tempo para um bom romance
E todo mundo gosta de parar e conversar
Dê uma chance para alguém especial
Ou talvez diga olá com apenas um piscar de olhos.

Deitado ao lado dela no oceano
Chegando e tocando em sua mão
Mostre sua emoção secreta
Magia numa ilha mágica
E quando chegou a hora de sair de Moçambique,
Para dizer adeus à areia e ao mar,
E você volta para dar uma última olhadinha
E você percebe por que é tão diferente de ser
Entre as pessoas que adoram viver livres
Após a ensolarada praia de Moçambique.


--------------------------


Mr. Tambourine Man (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Não estou dormindo, e não há lugar onde eu possa ir.
Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Na aguda manhã desafinada eu o seguirei.

Embora eu saiba que todo império retornou ao pó,
Varrido de minha mão,
Deixando-me cegamente aqui parado, mas ainda não dormindo.
Meu cansaço me espanta, estou plantado por meus pés,
Não tenho quem encontrar,
E a velha rua vazia está muito morta para sonhar.

Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Não estou dormindo, e não há lugar onde eu possa ir.
Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Na aguda manhã desafinada eu o seguirei.

Leve-me a uma viagem em sua mágica nave ressoante,
Meus sentidos foram arrancados, minhas mãos não podem segurar,
Meus pés estão muito dormentes para pisar, esperando apenas minhas botas
Para perambular.
Estou pronto para ir a qualquer lugar, estou pronto para desaparecer
Em minha própria parada, moldando sua dança a meu caminho,
Eu prometo segui-la.

Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Não estou dormindo, e não há lugar onde eu possa ir.
Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Na aguda manhã desafinada eu o seguirei.

Embora você possa ouvir-me rindo, girando, dançando loucamente através do sol.
Não está vendo ninguém, está só fugindo correndo,
Pois no céu não há cercas revestidas.
E se você ouvir traços vagos de rimas enroladas
Para o seu tamborim no momento, é apenas um rude palhaço atrás,
Eu não lhe pagaria mente alguma, é apenas a sua sombra,
Visto que está lhe perseguindo.

Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Não estou dormindo, e não há lugar onde eu possa ir.
Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Na aguda manhã desafinada eu o seguirei.

Então me faça desaparecer através dos anéis de fogo de minha mente,
Abaixo das ruínas nebulosas do tempo, passando ao longe das folhas congeladas,
O assombro, árvores assustadoras, para fora da praia ventosa,
Longe do alcance distorcido da tristeza insana.
Sim, para dançar sob o céu de diamantes com uma mão acenando livremente,
Em silhueta para o mar, circulado por areias circulares,
Com toda a memória e destino navegando profundamente abaixo das ondas,
Deixe-me esquecer do hoje até amanhã.

Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Não estou dormindo, e não há lugar onde eu possa ir.
Hei! Senhor Tocador de Tamborim, toque uma canção para mim,
Na aguda manhã desafinada eu o seguirei.


--------------------------


Never Gonna Be The Same Again (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Nunca Vou Ser O Mesmo Novamente

Agora você está aqui do meu lado, baby
Você é um sonho vivo
E cada vez que você chega perto assim
Me dá vontade de gritar
Você me tocou e você sabia que eu
Estava quente para vocÊ e então
Eu nunca vou ser o mesmo novamente

Desculpe se eu lhe machuco, baby
Desculpe se eu machuquei
Desculpe se eu toquei no ponto
Onde seus segredos estão escondidos
Mas você significava mais do que tudo
E eu não podia fingir
Eu nunca mais vou ser o mesmo novamente

Você me dá motivo para pensar, baby
Cada vez que lhe vejo
Não se preocupe, baby, eu não me importo de partir
Só queria que a idéia fosse minha

Você me ensinou a te amar, baby
Você me ensinou, oh, tão bem
Agora eu não posso voltar ao que era, baby
Não posso desligar a campainha
Você pegou minha realidade
E a jogou no vento
E eu nunca vou ser o mesmo novamente



-----------------------

New Morning (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Você não pode ouvir o galo cantando?
Coelho correndo atraves da estrada
Debaixo da ponte onde a água passa

Tão feliz apenas por ver você sorrir
Debaixo do céu azul
Nessa nova manhã
Nova manhã
Nessa nova manhã... com você

Você não pode ouvir o motor girando?
Automóvel vindo estiloso
Descendo a estrada que parece não acabar

Tão feliz apenas por ver você sorrir
Debaixo do céu azul
Nessa nova manhã
Nova manhã
Nessa nova manhã, com você.

A noite passou tão rápida
Isso sempre acontece quando você está comigo

Você não pode sentir o sol brilhando?
Porco correndo pelo arroio do campo
Este deve ser o dia em que meus sonhos se realizam

Tão feliz apenas por ver você sorrir
Debaixo do céu azul
Nessa nova manhã
Nova manhã
Nessa nova manhã, com você...
Nova manhã...



-------------------------

North Country Blues (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

BLUES DO NORTE DO PAÍS:

Venham se reunir amigos
E lhes contarei uma estória
De quando os buracos de ferro vermelho eram abundantes
Mas as janelas eram revestidas de papelão
E os idosos em seus bancos
Te digo, agora a cidade toda está vazia

Na ponta norte da cidade
Meus filhos cresceram
Mas eu fui criado na outra
No inicio da minha juventude
Minha mãe ficara doente
E eu fui criado pelo meu irmão

A mina de ferro derramava
Enquanto os anos passavam pela porta
As filas para descarregar e as pás cantavam
Até um dia meu irmão
Não voltou para casa
Como meu pai antes dele

Após uma espera durante o inverno
Da janela eu vigiei
Meus amigos não poderiam ter sido mais gentis
E minha educação foi cortada
Desistia na primavera
De casar com John Thomas, um mineiro

Os anos passaram novamente
E as doações eram boas
Com a lancheira cheia por toda a estação
Com três bebês nascidos
O trabalho foi encurtado
Para meio expediente sem explicações

Então a entrada foi lacrada
E mais trabalho foi cortado
E o fogo no ar parecia gelado
Até um homem veio falar
E disse que em uma semana
O número onze estava por fechar

Reclamaram no leste
Estão pagando demais
Estão dizendo que seu ferro não compensa garimpar
Que é mais barato lá
Nas cidades da América do Sul
Onde os mineiros trabalham praticamente de graça

Portanto os portões para as minas trancaram
E o ferro vermelho apodreceu
E o quarto fedia de bebida
Onde as canções tristes e silenciosas
Fizeram as horas mais longas
Enquanto assistia o sol afundando

Vivi ao lado da janela
Enquanto ele falava sozinho
O silêncio das línguas crescendo
Até uma manhã de velório
A cama estava vazia
E fui deixada com três crianças

O verão se foi
A terra está esfriando
As lojas, uma a uma, estão fechando
Meus filhos irão
Assim que crescerem
Bem, não há nada aqui agora para segura-los


--------------------------


Oh, sister (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan and Jacques

Oh, Irmã

Oh, irmã quando eu vier caber em seus braços
Você não deve me tratar como um estranho
Pai nosso, não gosta de como você age
E você tem que perceber o perigo

Oh, irmã, eu não sou um irmão pra você?
E um merecedor de afeto?
E nossa finalidade não é a mesma nesta terra
Amar e seguir o caminho

Nós crescemos juntos
Desde o nascimento até a morte
Nós morremos e renascemos
E, em seguida, misteriosamente nos salvamos.

Oh, irmã, quando eu venho bater em sua porta
Não me mande embora, você criará tristeza
O tempo é um oceano, mas ele termina
Você pode não me ver amanhã



----------------------


On the road again (Tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Bem, acordei de manhã
Há sapos dentro das minhas meias
Sua mãe está se escondendo
dentro da geladeira
Seu pai entra usando
uma máscara de Napoleão Bonaparte
Então, você pergunta por que eu não moro aqui
Querida, você precisa perguntar?

Bem, eu vou acariciar seu macaco
Eu tenho um rosto cheio de garras
Eu pergunto que está na lareira
e você me diz "Papai Noel"
O leiteiro entra
Ele está usando um chapéu-coco
Então você pergunta por que eu não moro aqui.
Querida, por que você tem de me perguntar isso?

Bem, eu pedi algo para comer
Estou faminto como um porco
Então, eu pego arroz integral, alga
e um cachorro-quente sujo
Eu tenho um buraco
onde meu estômago desapareceu
Então você pergunta por que eu não moro aqui.
Querida, eu tenho de pensar que você é realmente esquisita.

A bengala de seu avô
se transforma numa espada
Sua avó reza para figuras
que estão coladas num quadro.
Tudo dentro dos meus bolsos
o seu tio rouba
Então você pergunta por que não moro aqui.
Querida, não posso acreditar que você fala sério.

Bem, há brigas na cozinha
são suficientes para me fazer chorar
O carteiro entra
Mesmo ele tem de tomar partido
até mesmo o mordomo
tem algo a provar
então você pergunta por que eu não moro aqui.
querida, por que você não se muda?


-------------------------


Positively 4th Street (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

DE FATO 4ª RUA


Você tem a frieza
De se dizer amiga
Quando eu estava mal
Você só zombava

Você tem a frieza
De dizer que quer ajudar
Você só queria estar
Do lado que ganhasse

Você diz que eu a desprezei
Mas sabe que não é bem assim
Se você está tão magoada
Porque não mostra

Você diz perder a fé
Mas isso não é o certo
Você nunca acreditou em nada
E sabe disso

Eu sei bem porque
Você fala por minhas costas
Eu já fui do tipo
Com quem você anda

Você me acha tolo assim
De pensar que eu ia procurar
Quem tenta esconder
Que não sabe nem começar

Você me vê na rua
E age como se fosse surpresa
E diz “como está?” “boa sorte”
Mas não é o que você intenciona

Você sabe tanto quanto eu
Que queria me ver pasmo
Porque não vem de uma vez
E grita que é isso

Não, eu não me sinto bem
De ver as dores que você sofre
Se fosse um bom ladrão
Talvez eu as roubasse

E agora você se diz insatisfeita
Com sua posição, com seu lugar
Você não compreende
Que não me interessa

Eu queria que uma só vez
Você estivesse no meu lugar
E que só por um momento
Eu pudesse ser você

Sim eu queria isso uma só vez
Que você estivesse em meu lugar
E ver que merda é
Ver você

-------------------------

Oxford Town (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

OXFORD TOWN:

Oxford Town, Oxford Town
Todos estão de cabeça para baixo
O sol não brilha sobre a terra
Não vou até Oxford Town

Ele foi a Oxford Town
Armas e bastões o seguiram
Só porque seu rosto era marrom
Melhor ficar longe de Oxford Town

Oxford Town na próxima virada
Ele chega até a porta, ele não pode entrar
Somente por causa da cor de sua pele
O que pensas sobre isto, meu amigo?

Eu e minha garota, o filho da minha garota
Fomos recebidos com uma bomba de gás lacrimogênea
Nem sei porque viemos para cá
Vamos voltar de onde viemos

Oxford Town na parte da tarde
Todos estão cantando uma melodia triste
Dois homens morreram sob a lua do Mississippi
Melhor alguém investigar logo

Oxford Town, Oxford Town
Todos estão de cabeça para baixo
O sol não brilha sobre a terra
Não vou até Oxford Town


-----------------------

Rainy Day Women #12 & 35 (Tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Bem, eles vão apedrejar você quando
você estiver tentando ser bom.
Eles vão apedrejar você simplesmente como
disseram que fariam.
Vão apedrejar você quando
você estiver tentando ir para casa.
então vão apedrejar você quando
você estiver aí sozinho
mas eu não mentiria tão sozinho
todo o mundo deve ser apedrejado.

Bem, vão apedrejar você quando
você estiver andando na rua.
Vão apedrejar você quando
você estiver tentando manter seu lugar.
vão apedrejar você quando
você estiver andando no chão
vão apedrejar você quando
você estiver passando pela porta,
mas eu não me sentiria tão só
todo o mundo deve se apedrejado.

Vão apedrejar você quando
você estiver na copa.
Vão apedrejar você quando
você for jovem e capaz.
Vão apedrejar você quando
você estiver tentando ganhar dinheiro.
Vão apedrejar você e aí
vão dizer: "Boa sorte".
Sim, mas eu não me sentiria tão só
todo o mundo deve ser apedrejado

Bem, vão apedrejar você
e dizem que é o fim
depois vão apedrejar você
e aí vão voltar.
Vão apedrejar você quando
você estiver andando no seu carro.
vão apedrejar você quando
você estiver tocando seu violâo
Sim, mas eu não me sentiria tão só
todo o mundo deve ser apedrejado

Bem, vão apedrejar você quando
você estiver andando sozinho
Vão apedrejar você quando
você estiver andando pra casa.
Vão apedrejar você
e depois dizer que você é valente.
Vão apedrejar você quando
você estiver descendo à sua sepultura
mas eu não me sentiria tão só.
todo o mundo deve ser apedrejado.

*stone - Giria para maconha.
*stoned - Estar chapado de maconha.


-------------------------

Restless Farewell (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

DESPEDIDA DESASSOSSEGADA:

Oh todo o dinheiro
que gastei na minha vida inteira
Estando eu certo ou errado
Permiti alegremente
que escorresse para as mãos dos meus amigos
Para amarrar fortemente o tempo
Mas as garrafas acabaram
Matamos todas
E a mesa está cheia e transbordando
E a plaqueta no canto
Informa que está na hora de fechar
Então me despeço e sigo pela estrada

Oh cada menina que eu já toquei
Não o fiz por mal
E cada menina que eu já feri
Eu não o fiz consciente
Mas para permanecer como amigo e fazer as pazes
Precisa-se do tempo para ficar
E já que meus pés são rápidos
E apontam na direção oposta ao do passado
Então me despeço e sigo pela linha

Oh cada inimigo que encarei
A causa estava lá antes de eu chegar
E por cada causa que eu lutei
Lutei ao máximo sem lamento ou vergonha
Mas a escuridão falece
E a cortina é fechada e os olhos de alguém
Encontra o poente
E se eu ver o dia
Só me restaria ficar
Então me despeço pela noite e terei partido

Oh, cada pensamento que amarra um nó em minha mente
Eu enlouqueceria se não puderem ser desfeitos
Mas não é para ficar de pé
nu diante dos olhos de estranhos
É para mim mesmo e meus amigos
que esta historia é cantada
Mas a hora está findando
Porém você depende da hora
e nenhuma palavra é possuída
Por nenhum amigo especial
E embora a linha está cortada
Tudo ainda não acabou
Então me despeço até voltemos a nos encontrar

Oh um relógio falso tenta funcionar fora de hora
Para me irritar, distrair e me incomodar
E a sujeira da fofoca sopra no meu rosto
E a poeira dos boatos me encobre
Mas se a flecha é reta
E a ponta estiver afiada
Ela pode furar a poeira não importa quão espessa
Então assim me posiciono
E permaneço um homem
Então me despeço e pouco me importo

----------------------

Simple Twist Of Fate (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Simples Guinada do Destino

Sentaram-se os dois no parque um dia
Enquanto o céu da tarde escurecia,
Ela o olhou, e ele sentiu que o consumia
Uma chama - até os ossos.
Sentiu-se então só e com remorsos
Por ter cometido tanto desatino
E esperou por uma simples guinada do destino.

Caminharam ao longo de um velho canal
Um pouco confusos, eu bem me lembro
E pararam num hotel estranho
Com uma luz de neon a brilhar.
Ele sentiu uma rajada quente de ar
Atingi-lo, como um trem de carga se movendo
Com uma simples guinada do destino.

Um saxofone ao longe, tocou
Enquanto ela, pela arcada, caminhou.
Enquanto a luz, por um candeeiro surrado, jorrou
Onde ele estava acordando,
Ela acabou então jogando
Uma moeda ao cego no portão
E esqueceu a guinada do destino, então.

Ele acordou, o quarto estava vazio
Ele a procurou, mas em lugar algum a viu.
Pensou que não se importava e abriu
A janela de par em par,
Sentiu um vazio nuclear
Com o qual não podia se relacionar
Trazido por um simples, porém fatal guinar.

Agora só ouve relógios a tiquetaquear
E anda com um papagaio que sabe falar,
Persegue-a pelas docas - à beira mar
Onde marinheiros descem do convés.
Talvez ela o escolha uma outra vez,
Mas, quanto tempo terá que esperar
Mais uma vez, para seu destino mudar?

As pessoas me dizem que é pecado
Saber e sentir de modo exagerado.
Que ela era minha alma gêmea, tenho acreditado,
Mas, perdi essa aliança e a era.
Ela nasceu na primavera,
Mas, eu nasci tarde demais
Culpem-se estas simples guinadas fatais.


----------------------


Something's Burning, Baby (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Algo Está Queimando, Baby

Algo está queimando, baby, você percebe?
Algo está acontecendo, baby, há fumaça no seu cabelo
Você ainda é minha amiga, baby, mostre um sinal
Será que o seu amor por mim está ficando cego?

Você está evitando as ruas principais há muito, muito tempo
A verdade que eu estou procurando está no seu arquivo perdido
Qual a sua posição, baby, o que está acontecendo?
Por que a luz dos seus olhos está quase sumindo?

Eu conheço tudo sobre este lugar, ou assim parece
Será que eu não sou mais parte dos seus planos ou seus sonhos?
Bem, é óbio que alguma coisa mudou
O que está acontecendo baby para você agir de forma tão estranha?

Algo está queimando, baby, é o que eu digo
Nem mesmo os cães de caça de londres lhe achariam hoje
Ei vejo a sombra de um homem, baby, e onde está a luz?
Por que seus olhos ficam fitando a noite?

Eu posso senti-lo na noite quando eu penso em você
Eu posso senti-lo na luz, e tem que ser verdade
Você não pode viver só de pão, não via lhes satisfazer
Você não pode afastar a pedra de suas mãos estão amarradas

Precisamos começar de algum lugar, baby, você pode explicar?
Por favor não desapareça de mim, baby, como trem da meia-noite
O que está acontecendo com você?

Eu posso senti-lo no vento e está tudo de cabeça para baixo
Eu posso senti-lo na poeira quando eu salto do ônibus nos limites da cidade
E não quero ver você sangrar, eu sei o que você precisa, mas não é o que você merece

Algo está queimando, baby, algo está em chmas
Há um homem andando por aí gritando nomes
Toque a campainha quando você estiver pronta, baby, estou esperando por você
Eu acredito no impossível, você sabe que eu acredito


------------------------


Sound of Silence (tradução)
Bob Dylan

Composição: Simon & Garfunkel

O Som do Silêncio:

Olá escuridão, minha velha amiga
Eu vim para conversar com você novamente
Por causa de uma visão que se aproxima suavemente
Deixou suas sementes enquanto eu estava dormindo
E a visão que foi plantada em minha mente
Ainda permanece
Entre o som do silêncio

Em sonhos agitados eu caminho só
Em ruas estreitas de paralelepípedos
Sob o halo de uma lamparina da rua
Virei minha gola para (proteger do) frio e umidade
Quando meus olhos foram esfaqueados pelo flash
De uma luz de néon
Que rachou a noite
E tocou o som do silêncio

E na luz nua eu enxerguei
Dez mil pessoas talvez mais
Pessoas conversando sem estar falando
Pessoas ouvindo sem estar escutando
Pessoas escrevendo canções
Que vozes jamais compartilharam
Ninguém ousou
Perturbar o som do silêncio

“Tolos,” digo eu, “vocês não sabem
O silêncio como um câncer cresce
Ouçam as palavras que eu posso lhes ensinar
Tomem meus braços que eu posso lhes estender”
Mas minhas palavras
Como silenciosas gotas de chuva caíram
E ecoaram no poço do silêncio

E as pessoas se curvaram e rezaram
Para o Deus de néon que elas criaram
E um sinal faiscou o seu aviso
Nas palavras que estavam se formando
E o sinal disse
“As palavras dos profetas
Estão escritas nas paredes do metrô
E nos corredores dos conjuntos habitacionais
E sussurraram o som do silêncio


-----------------------


Streets Of Philadelphia (Tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Ruas da Filadélfia

Eu estava machucado e ferido
e não podia dizer o que eu sentia
Eu estava irreconhecível pra mim mesmo
Eu vi meu reflexo em uma janela
Eu não conhecia minha própria face
Oh, irmão, você vai me deixar
enfraquecendo nas ruas da Filadélfia

Eu percorri a avenida até que minhas pernas
sentissem como pedra
Eu ouvi as vozes de amigos desaparecidos e sumidos
À noite eu podia ouvir o sangue nas minhas veias
Tão negro e sussurrante como a chuva
nas ruas da Filadélfia

Nenhum anjo vai me saudar
É apenas você e eu, meu amigo
E minhas roupas não me cabem mais
Eu andei mil milhas
só para escapar da minha pele

A noite caiu, eu estou deitado acordado
Eu posso me ver desaparecendo
Então me receba, meu irmão, com seu beijo sem destino
ou nós vamos deixar um ao outro sozinhos desse jeito
nas ruas da Filadélfia


---------------------


Subterranean Homesick Blues (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Nostálgico Blues Subterrâneo

Johnny está no porão
Misturando medicamentos
Eu estou no pavimento
Pensando no governo
O cara de sobretudo
De distintivo, ferrado
Diz que está com um nó na garganta
Quer pagar para se livrar
Olhe garoto
Foi algo que você fez
Deus sabe como
Mas você está fazendo de novo
Melhor você tropeçar parque abaixo
Procurando por um novo amigo
O homem de chapéu de guaxinim
Com a grande caneta
Quer onze notas de dólar
Você só tem dez

Maggie vem ao pé da frota
Cara cheia de fuligem preta
Falando que o calor pôs
Ervas na cama, mas
O telefone está desligado, mesmo assim
Maggie diz o que muitos dizem
Precisa atacar no começo de maio
Ordens do departamento
Olhe garoto
Não importa o que diz
Ande na ponta dos dedos
Não ande com deslocados
Melhor se manter afastado destes
Do que se meter em bizarrices
Mantenha o nariz limpo
Observe as roupas da moda
Você não precisa do homem do tempo
Para saber de que lado o vento sopra

Fique doente, fique bem
Arrume uma tatuagem legal
Balance o pinto, é difícil falar
Se alguém vai vender
Vá atrás, seja barrado
Volte, escreva em Braille
Seja preso, salte a cerca
Entre para o exército, se falhar
Olhe garoto
Você vai arrasar
Mas usuários, trapaceiros
Completos perdedores
Rodeiam os teatros
Garota na piscina
Procurando um novo otário
Não siga líderes
Observe os medidores dos parquímetros

Ah nasça, fique calmo
Calças curtas, romance, aprenda a dançar
Vista-se, seja abençoado
Tente ter sucesso
Agrade-a, agrade-o, compre presentes
Não roube, não furte
Vinte anos de escola
E eles o colocam no turno diurno
Olhe garoto
Eles mantêm isso escondido
Melhor pular num bueiro
Acenda para si uma vela
Não use sandálias
Tente evitar escândalos
Não queira ser um vagabundo
Melhor mascar chiclete
O barril de bebida não funciona
Pois os vândalos levaram a alavanca


----------------------------


Tears of Rage (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Nós o carregamos em nossos braços
No dia da independencia
E agora que você jogou todos nós aparte
E colocou-nos no nosso caminho.
Oh que querida filha 'neath o sol
Ia tratar um pai assim,
De esperar mediante suas mãos e pés
E sempre dizer-lhe, "Não"?
Lágrimas de raiva, lágrimas de tristeza,
Por que eu preciso ser sempre o ladrão?
Venha a mim agora, você sabe
Estamos tão sozinho
E a vida é breve.

Nós apontamos para o caminho a percorrer
E arranhamos seu nome na areia,
Embora você só pensava que nada mais era
Do que um lugar para você ficar.
Agora, quero que você saiba que enquanto nós observamos,
Você descobriu que não havia nenhuma verdade.
A maioria de todos nós realmente pensava
Que era uma coisa infantil a fazer.
Lágrimas de raiva, lágrimas de tristeza,
Eu devo ser sempre o ladrão?
Venha até mim agora, você sabe
Estamos tão só
E a vida é breve.

Foi tudo muito indolor
Quando você saiu para receber
Toda aquela falsa instrução
Que nós nunca poderiamos acreditar.
E agora o coração está cheio de ouro
Como se fosse uma bolsa.
Mas, oh, que tipo de amor é esse
Que vai de mal a pior?
Lágrimas de raiva, lágrimas de tristeza,
Eu devo ser sempre o ladrão?
Venha ate mim agora, você sabe
Estamos tão só
E a vida é breve.


--------------------


Talkin' World War III Blues (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

FALANDO DA 3ª GUERRA MUNDIAL BLUES:

Algum tempo atrás um sonho estranho me veio
Sonhei que estava caminhando
Na direção da Terceira Guerra Mundial
Eu fui ao doutor no dia seguinte
Para ver quais palavras ele poderia me dar
Ele disse que era um sonho ruim
No entanto eu não deveria me preocupar tanto a respeito
Eram meus próprios sonhos
E estavam somente na minha cabeça

Eu disse "Espera aí um momento doutor
Uma Guerra Mundial passou pelo meu cérebro"
Ele disse "Enfermeira, pegue seu caderno
O menino está insano"
Ele agarrou meu braço, eu disse "Ai!"
Enquanto eu caia sobre o divã do psiquiatra
Ele disse "Conte-me tudo"

Bem, a coisa toda começou rápida as três da tarde
Já tinha acabado quinze minutos depois
Eu estava na sarjeta com uma namoradinha
Quando espiei pela tampa do bueiro
Me perguntando quem acendeu a luz sob nós

Bem, eu me levantei e dei uma volta
Pra cima e pra baixo da cidade solitária
Em pé pensava pra que lado devo ir
Acendi um cigarro no parquímetro
E caminhei estrada abaixo
Era um dia normal

Bem, eu toquei as campainhas dos abrigos para bombardeios antiaéreos
E inclinei minha cabeça e soltei um grito
"Me dê uma vagem, sou um homem faminto"
Uma espingarda atirou e embora eu corri
Ainda assim, eu não os culpo muito
Eles não me conhecem

Lá na esquina perto da barraquinha de cachorro quente
Eu vi um homem, eu disse "Como vai amigo,
Acho que só tem nós dois"
Ele gritou um pouco e foi embora
Pensou que eu era um comunista

Bem, eu espiei uma garota e antes que ela pudesse ir
"Vamos ir brincar de Adão e Eva"
Eu a peguei pela mão e meu coração pulsava
Quando ela disse "Ei cara, você é maluco ou o quê
Não vê o que aconteceu da última vez que começaram"

Bem, eu vi a janela de um Cadillac na cidade
E não havia ninguém por perto
Entrei no lugar do motorista
E dirigi até a rua 42
No meu Cadillac
Carro bom de dirigir após uma guerra

Bem, eu me recordo vendo um anúncio
Então liguei o meu Conelrad
Mas não paguei a minha conta de luz
Portanto o rádio não funcionou tão bem
Liguei o meu toca discos
Era Rock-A-Day Johnny cantando
"Diga a Mãe, Diga ao Pai
Nosso Amor Vai Crescer Ooh-wah, Ooh-wah."

Eu estava me sentindo meio só e na fossa
Precisava de alguém com quem conversar
Então liguei para a telefonista da Hora Certa
Somente para ouvir uma voz de alguma espécie
"Quando você ouvir o bip
Serão três horas,"
Ela disse isto por mais de uma hora
E eu desliguei

Bem, o doutor me interrompeu bem nesta parte
Dizendo "Ei, eu andei tendo o mesmo tipo de sonho,
Mas o meu era um pouco diferente, veja bem
Sonhei que a única pessoa que sobrou
Depois da guerra era eu
Não vi você por lá."

Bem, agora o tempo passou e agora parece
Que todos estão tendo esses sonhos
Todo mundo se vendo
Andando por aí sem mais ninguém
Metade das pessoas
Podem estar parcialmente certas todas às vezes
Algumas das pessoas
Podem estar totalmente certas algumas vezes
Mas todas as pessoas
Não podem estar totalmente certas todas às vezes
Eu acho que Abraham Lincoln disse isso
"Eu deixo você estar em meus sonhos
Se você me deixar estar nos seus"
Eu disse isso

------------------------

The Man in Me (Tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

O homem em mim fará quase todas as tarefas
E como compensação, aqui vai um pouco do que ele pede
Pegue uma mulher como você

The man in me will do nearly any task,
And as for compensation, there's little he would ask.
Take a woman like you
Para ficar com o homem em mim

Nuvens de chuva estão nervosas, ao redor da minha porta
Eu penso eu poderia nao ter isto mais
Pegue uma mulher do seu tipo
Para encontrar o homem em mim

Mas, oh, que sentimento maravilhoso
Só de saber que você está perto
Faz meu coração bobinar
Dos meus dedos dos pés até minhas orelhas

O homem em mim vai esconder as vezes para continuar sendo visto
Mas isto é só porque ele não quer se transformar em uma maquina
Pegue uma mulher como você
Para ficar com o homem em mim


-------------------------


The Times They Are A-changin (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

OS TEMPOS, ELES ESTÃO MUDANDO:

Venha se reunir povo por onde quer que andem
E admitam que as águas que nos cerca se elevaram
Aceitando isto
Logo estaremos ensopados até os ossos
Se o tempo para você vale salvar
Então é melhor começar a nadar
Ou você afundará como uma pedra
Pois os tempos, eles estão mudando

Venham escritores e críticos
Que profetizam com suas canetas
E mantenham os olhos abertos
Que a chance não se repita
E não fale cedo demais pois a roda continua girando
E não há como saber quem será nomeado
Pois o perdedor de agora
Estará mais tarde a ganhar
Pois os tempos, eles estão mudando

Venham senadores, congressistas, respondam ao chamado
Não aglomere na porta, não congestione o corredor
Pois aquele que se machuca será aquele que atravanca
Existe uma batalha lá fora urrando
Logo ela estará sacudindo suas janelas
E tremendo suas paredes
Pois os tempos, eles estão mudando

Venham mães e pais por toda a terra
E não critiquem o que não consegues compreender
Seus filhos e filhas
Estão além de seu comando
Sua velha estrada está rapidamente deteriorando
Por favor saia da nova
Se você não pode contribuir
Pois os tempos, eles estão mudando

A linha foi traçada, a maldição foi praguejada
O lento agora mais tarde será veloz
E o presente agora mais tarde será passado
A ordem rapidamente se desbota
E o primeiro agora
Mais tarde será o último
Pois os tempos, eles estão mudando


--------------------


The Wicked Messenger (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Havia um mensageiro mau
De Eli ele veio,
Com uma mente que multiplica
As coisas de pouca importancia.
Quando questionado quem tinha enviado ele,
Respondeu com seu polegar,
Para sua lingua não poderia falar, mas somente avizar.

Permaneceu atrás do salão,
Era lá que ele fêz sua cama,
Em breve ele estária retornando.
Até um dia ele apareceu
Com uma nota em sua mão e ele leu,
“As solas de meus pés, eu juro que se estão queimando.”

O Oh, as folhas começaram a cair
E os mares começaram a partir,
E os povos que o confrontaram eram muitos.
E foi dito mas estas poucas palavras,
Qual abriu acima de seu coração,
“Se vocÊ não pode trazer a notícia boa, não traga nenhuma.”



--------------------------

Things Have Changed (Tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

As coisas mudaram

Um homem preocupado com uma cabeça preocupada
Ninguém em minha frente e nada atrás
Há um mulher em meu colo bebendo champagne
com pele branca, olhos assassinos
olho para o céu cor de safira
Estou bem vestido, esperando o último trem

Estou na forca com minha cabeça na corda
a qualquer minuto espero que tudo acabe

refrão
As pessoas estão loucas e os tempos estão estranhos
Estou encerrado em mim mesmo, fora de alcance
antes eu me importava, mas agora as coisas mudaram

Este lugar não está me ajudando nada
Estou na cidade errada, eu deveria estar em Hollywood
Por um segundo pensei ter visto alguma coisa se mover
Vou fazer aulas de dança e parender o jitterbug
sem atalhos, vou me vestir em trapos
só um tolo pensaria que tem algo a provar

Muita água passada por baixo da ponte, e muitas outras coisas também
Não se levantem cavalheiros, só estou de passagem

refrão
As pessoas estão loucas e os tempos estão estranhos
Estou encerrado em mim mesmo, fora de alcance
antes eu me importava, mas agora as coisas mudaram

Andei 40 milhas numa estrada ruim
se a bíblia estiver certa, o mundo vai explodir
Tenho tentado me distanciar de mim mesmo ao máximo
algumas coisas são quentes demais para que se possa tocar
a mente humana aguenta só um pouco
não se pode ganhar com cartas ruins

Tenho vontade de me apaixonar pela primeira mulher que eu encontrar
Empurrá-la num barril pela rua abaixo

ME machuco fácil, apenas não mostro
Você pode machucar alguém e nem saber
Os próximos 60 segundos poderiam ser como uma eternidade
Vou descer bem baixo, vou voar alto
Toda verdade no mundo, no fim amontoa uma grande mentira
Estou apaixonado por uma mulher que nem acho atraente


Sr. Jinx e Sra. Lucy, se jogaram num lago
Não tenho tanta vontade de cometer um erro


-------------------

ime Passes Slowly (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Tempo passa lentamente acima aqui nas montanhas,
Nós sentamo-nos ao lado das pontes e andamos ao lado das fontes,
Caçar os peixes selvagens que flutuam através do córrego,
Tempo passa lentamente quando você é perdido em um sonho.

Uma vez que eu tive uma amada, ela era muito linda,
Nós sentamo-nos em sua cozinha quando sua mãe cozinhava,
Olhado fixamente para fora a janela às estrelas altamente acima,
Tempo passa lentamente quando você é procurando amor.

Não é nenhuma razão ir em um vagão à cidade,
Não é nenhuma razão ir à feira.
Não é nenhuma razão ir acima, não é nenhuma razão ir para baixo,
Não é nenhuma razão ir em qualquer lugar.

Tempo passa lentamente acima aqui na luz do dia,
Nós olhamos fixamente a direito e tentamos assim duramente permanecer direitos,
Como a rosa vermelha do verão que floresce no dia,
Tempo passa lentamente e vai em bora.


----------------


Tombstone Blues (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Blues da Lápide:

As criaturas doces e bonitas estão na cama agora, claro
Os pais da cidade estão tentando endossar
A reencarnação do cavalo de Paul Revere
Mas a cidade não tem necessidade de ficar nervosa

O fantasma de Belle Starr, ela oferece sua esperteza
Para Jezebel a freira, ela tricoteia violentamente
Uma peruca careca para Jack o Estripador que senta
À frente da câmara do comércio

Mamãe está na fábrica
Ela não tem nenhum sapato
Papai está na viela
Ele está procurando por um fusível
Eu estou nas ruas
Com o blues da lápide

A noiva histérica no Fliperama
Esgoelando ela geme, “Acabo de ser feita”
Depois chama o médico
Que abaixa as cortinas
Diz, “Meu conselho é não deixar os rapazes entrarem”

Agora o curandeiro vem cambaleando para dentro
Ele anda com uma ginga e diz para a noiva
“Pára com essa choradeira, engula seu orgulho
Você não vai morrer, não é veneno”

Mamãe está na fabrica
Ela não tem nenhum sapato
Papai está na viela
Ele está procurando por um fusível
Eu estou nas ruas
Com o blues da lápide

Bem, João o Batista após torturar um ladrão
Olha para o seu herói, o Comandante Chefe
Dizendo “Diga-me grande herói
Mas por favor seja breve
Existe um buraco onde eu posso ir para passar mal?”

O Comandante Chefe lhe responde
Enquanto caçava uma mosca, dizendo
“Morte a todos que preferem lastimar e chorar”
E deixando cair a campainha do bar, ele aponta para o céu
Dizendo, “O sol não é amarelo, ele é covarde”

Mamãe está na fabrica
Ela não tem nenhum sapato
Papai está na viela
Ele está procurando por um fusível
Eu estou nas ruas
Com o blues da lápide

O Rei dos Filisteus, seus soldados a salvar
Colocam mandíbulas em suas lápides
E adulam seus túmulos
Colocam os gaiteiros na prisão e engordam os escravos
Depois os soltam na selva

Cigano Davi com um lança-chamas
Ele queima seus campos
Com seu fiel escravo Pedro atrás, ele pisoteia
Com uma coleção fantástica de selos
Para ganhar amigos e influenciar seu tio

Mamãe está na fabrica
Ela não tem nenhum sapato
Papai está na viela
Ele está procurando por um fusível
Eu estou nas ruas
Com o blues da lápide

A geometria da inocência é carne no osso
Faz com que o livro de matemática de Galileu seja jogado
Em Dalila que se senta inutilmente sozinha
Mas as lágrimas em suas bochechas são de tanto rir

Agora, eu gostaria de poder dar ao Irmão Bill
Sua grande alegria
Eu lhe deixaria acorrentado no topo do morro
Depois mandaria buscar alguns pilares e Cecil B. DeMille
Ele poderia morrer feliz para todo o sempre

Mamãe está na fabrica
Ela não tem nenhum sapato
Papai está na viela
Ele está procurando por um fusível
Eu estou nas ruas
Com o blues da lápide

Onde Ma Raney e Beethoven
Certa vez desembrulharam seus sacos de dormir
Tocadores de tuba agora praticam ao redor do mastro
E o Banco Nacional vende com lucro
Mapas de estrada para a alma
Para o asilo para idosos e a faculdade

Agora, eu desejaria poder escrever uma melodia tão simples
Que poderia impedir você, querida senhora, de ficar insana
Que poderia lhe acalmar e lhe refrescar
E amainar a sua dor
Da sua sabedoria inútil e sem propósito

Mamãe está na fabrica
Ela não tem nenhum sapato
Papai está na viela
Ele está procurando por um fusível
Eu estou nas ruas
Com o blues da lápide







-----------------------





Trust Yourself (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Trust Yourself (tradução)
Acredite em Você

Acredite em você
Acredite em você para fazer as coisas que só você sabe melhor
Acredite em você
Acredite em você para agir certo e não deixar dúvidas...
Não acredite em mim para lhe mostrar a beleza
Quando a beleza só pode se tornar ferrugem
Se você precisa de alguém em que possa acreditar, acredite em você

Acredite em você
Acredite em você para saber a direção que será verdadeira no final
Acredite em você
Acredite em você para encontrar o caminho onde não há “se” e “quando”
Não acredite em mim para lhe mostrar a verdade
Quando a verdade pode ser só cinzas e poeira
Se você quer alguém em quem possa acreditar, Acredite em você

Bem, você está na sua, você sempre esteve,
Numa terra de lobos e ladrões
Não ponha sua esperança num homem descrente
Ou seja escrava daquilo que os outros acreditam

Acredite em você
E você não se desapontará quando as pessoas fúteis lhe abandonarem
Acredite em você
E não procure respostas onde não pode encontra-las
Não acredite em mim para lhe mostrar o amor
Quando meu amor pode ser só desejo
Se você quer alguém em que possa acreditar, acredite em você



-------------------




Visions of Johanna (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Não é uma boa noite pra brincar quando você está só tentando ficar quieto?
Nós sentamos aqui tão desamparados, embora todos nós estejamos fazendo nosso melhor pra negar isso.
E Louise agarra um punhado de chuva, tentando você a desafiar a tempestade
Luzes bruxelam no sótão do outro lado da rua
Nesse quarto os cachimbos acessos apenas fumaçam
A estação de música country toca suave
Mas não há nada, realmente nada que a desligue
Apenas Louise e seu namorado tão entrelaçados
E estas visões de Johanna que conquistam minha mente

No galpão vazio onde as damas brincam de “cabra cega” com a chave da cadeia
E as prostitutas sussurram suas escapadelas do trem D
Nós podemos ouvir o vigilante noturno acendendo sua lanterna
Perguntando pra si mesmo se ele ou elas estava realmente louco
Louise, ela é demais, ela está sempre por perto
Ela é delicada e se parece com o espelho
Mas ela faz tudo isso ficar tão conciso e limpo
Que Johanna desaparece
O fantasma de eletricidade uiva nos ossos do seu rosto
Onde essas visões de Johanna tomaram agora meu lugar

Agora, pequeno garoto perdido, ele leva a si mesmo tão a sério
Ele se vangloria de sua miséria, ele gosta de viver perigosamente
E quando eu menciono o nome dela
Ele solta um beijo de adeus para mim
Ele certamente tem um bocado de atrevimento pra ser tão completamente inútil
Murmurando comentários sem importância do lado de fora enquanto eu já estou dentro da sala
Como eu posso explicar?
Oh, isso é tão difícil de entender
E essas visões de Johanna, elas me mantém distante do nascer do sol


Nos museus, o Infinito aumenta o sofrimento
Eco de vozes é no que a salvação se torna depois de um tempo
Mas Mona Lisa precisa conhecer a highway blues
Você pode dizer que, a propósito, ela sorri
Veja a primitiva parede de flores congelar
Quanto a mulher com cara de geléia espirra
Ouça o homem de bigode dizer, “Jesus,
Eu não posso encontrar meus joelhos”
Oh, jóias e binóculos pendem da cabeça da mula
Mas essas visões de Johanna, elas fazem tudo parecer tão cruel.

O mascate conversa com a condessa que pretende cuidar dele
Dizendo, “Mostre-me alguém que não é um parasita e eu vou lá fora e faço um prece pra ele”
Mas como Louise sempre diz
“Você não pode olhar muito, pode?”
Como ela, ela mesma, o advertiu
E Madonna, ela ainda não foi desvendada
Nós vemos essa corroída jaula agora vazia
Onde sua cortina de teatro uma vez esteve levantada
O violonista, ele pôs o pé na estrada
Ele escreve que tudo retorna ao que era
Na traseira de um caminhão de peixe que aguarda
Enquanto minha cabeça explode
As gaitas tocam as chaves–mestre e a chuva
E essas visões de Johanna são agora tudo o que eu me lembro.





-----------------





Wedding Song (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Música de Casamento

Eu te amo mais do que nunca, mais do que o tempo e mais do que o amor,
Eu te amo mais do que o dinheiro e mais do que as estrelas do céu,
Te amo mais do que a loucura, mais do que as ondas do mar,
Te amo mais do que a própria vida, é o que você significa pra mim.

Desde que você apareceu, o ciclo está completo,
Eu disse adeus a salas assombradas e rostos nas ruas,
Ao quintal do tolo que se esconde do sol,
Eu te amo mais do que nunca e ainda nem comecei.

Você suspirou em mim e transformou minha vida em algo melhor de se viver,
Quando eu estava afundado na miséria você me ensinou a compartilhar,
Secou as lágrimas dos meus sonhos e me tirou da fossa,
Saciou minha sede e satisfez o fogo na minha alma.

Você me deu bebês, um, dois, três, e ainda mais, salvou minha vida,
Olho por olho, dente por dente, seu amor corta como uma faca,
Meus pensamentos sobre você nunca descansam, eles me matariam se eu mentisse,
Eu sacrificaria o mundo por você e assistiria meus sentidos morrerem.

A melodia que temos para tocar por esse mundo,
Nós tocaremos o melhor que conseguirmos, custe o que custar,
O que passou passou, não podemos mais recuperar o que se perdeu na enchente,
Mas a minha felicidade é você, e eu te amo mais do que meu sangue.

Nunca foi minha obrigação refazer o mundo inteiro,
Nem é minha intenção soar um sinal de ataque,
Porque eu te amo mais do que tudo isso, com um amor que não diminui,
E se houver eternidade, ainda lá eu vou te amar novamente.

Oh, você não percebe que nasceu para estar ao meu lado?
E eu nasci para estar com você, você nasceu para ser minha mulher,
Você é a minha outra metade, você é a parte que faltava,
E eu te amo mais do que nunca, com um amor que não cessa.

Você me muda todos os dias e ensina meus olhos a enxergar,
Só estar ao teu lado é algo natural pra mim,
E eu jamais posso te deixar partir, não importa o que aconteça,
Porque eu te amo mais do que nunca, agora que o passado já se foi.

------------



When The Ship Comes In (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

QUANDO O NAVIO CHEGAR:

Oh, o tempo chegará
Quando o vento irá parar
E a brisa deixará de respirar
Imóvel como o vento
Antes de o furacão chegar
Na hora quando o navio chegar

Oh, o mar irá se dividir
E a nave irá bater
E a areia na costa estará tremendo
Então a maré soará
E o vento baterá
E a manhã estará quebrando

Oh, os peixes irão rir
Enquanto nadam saindo do caminho
E as gaivotas eles estarão sorrindo
E as pedras na areia
Ficarão orgulhosamente de pé
Na hora que o navio chegar

E as palavras que são suadas
Para deixar o navio confuso
Não serão compreendidos ao serem ditas
Pois as correntes do mar
Terão partido a noite
E serão enterrados no fundo do oceano

Uma canção irá elevar
Enquanto as principais velas mudar
E o barco boiar até a costa
E o sol irá respeitar
Cada rosto no convés
Na hora quando o navio chegar

A areias irão rolar
Como um carpete de outro
Para os dedões cansados poderem pisar
E os sábios do navio
Irão lembrar-te mais uma vez
Que todo o mundo está assistindo

Oh, os inimigos irão aparecer
Com o sono ainda em seus olhos
E pularão de suas camas
Pensando que estão sonhando
Mas irão se beliscar na seqüência
E saberão que é real
Na hora quando o navio chegar

Então erguerão suas mãos
Dizendo atendemos todas suas exigências
Mas gritaremos de bombordo
Que seus dias estão contados
E como a tribo do Faraó
Eles se afogarão numa onda
E como Golias, eles serão conquistados


--------------


With God On Our Side (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Com Deus Do Nosso Lado

Oh, meu nome é nada, minha idade, menos ainda
O país do qual vim se chama Meio Oeste,
Fui ensinado e criado lá para as leis obedecer
E a terra em que eu vivo tem Deus do seu lado

Oh, os livros de história descrevem, eles contam tão bem
Os ataques da cavalaria e os índios que caíram
Os ataques da cavalaria e os índios que morreram
Oh, o país era jovem com Deus do seu lado

Oh, A Guerra Espanhola-Americana teve seu dia
E a Guerra Civil também logo se foi
E os nomes dos heróis que fui obrigado a memorizar
Com armas em suas mãos e Deus do seu lado

Oh, A Primeira Guerra Mundial, rapazes, lacrou nosso destino
A razão por lutar, eu nunca entendi
Mas aprendi a aceitá-la e aceitá-la com orgulho
Pois não se contam os mortos
Quando Deus está do seu lado

A Segunda Guerra Mundial chegou ao seu final
Perdoamos os alemães e nos tornamos amigos
Embora eles tenham matado seis milhões
Nos fornos que fritaram,
Os alemães agora também têm Deus ao seu lado

Aprendi a odiar os russos
Por toda minha vida
Se outra guerra começar serão eles que iremos enfrentar
Para odiá-los e temê-los, para correr e se esconder,
E aceitar tudo bravamente, com Deus ao meu lado

Mas agora temos armas de poeira química
Se obrigados a atirá-las, então atirá-las devemos
Um apertar de botão, e explode-se o mundo inteiro
E você nunca faz perguntas,
Quando Deus está do seu lado

Nas horas de trevas ando pensando sobre isso:
Que Jesus Cristo foi traído por um beijo
Mas não posso pensar por você, é você que precisa decidir:
Se Judas Iscariotes tinha Deus do seu lado

Portanto agora estou me despedindo...
Estou cansado pra diabos.
A confusão que sinto, nenhuma língua conseguiria descrever
As palavras enchem minha cabeça e se derramam sobre o chão:
(Que) Se Deus está do nosso lado, ele impedirá a próxima guerra


----------------


You are my sunshine (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Você É Meu Brilho De Sol

Você é o meu brilho de sol
O meu único brilho de sol
Você me faz feliz quando o céu está cinza
Você nunca saberá querida o quanto eu te amo
Por favor, não leve embora o meu brilho de sol

Outra noite, querida
Enquanto eu estava dormindo
Eu sonhei que tinha você ao meu lado
Quando eu acordei, querida
Eu estava enganado e eu pendurei minha cabeça e chorei
Você é o meu brilho de sol

Você me falou uma vez, querida
Que você me amava de verdade
E que ninguém mais poderia nos separar
Mas agora, você me deixou e você ama outra pessoa.
E você tem compartilhado todos os meus sonhos
Você é o meu brilho de sol

Eu sempre te amarei e te farei feliz
Se você pelo menos dissesse o mesmo
Mas se você me deixar para amar a outro
Você se arrependerá de tudo algum dia
Você é o meu brilho de sol


---------------

You belong to me (tradução)
Bob Dylan

Composição: Bob Dylan

Veja as Piramides
Ao longo do Nilo
Veja o Sol nascer
Numa ilha nos tropicos
Apenas lembre querida
Todo o tempo
Você pertence a mim...

Veja o mercado
No velho Algiers
Me mande fotografias
E um suvenir
Apenas se lembre
Até seus sonhos aparecerem
Você pertence a mim...

Eu vou ficar tão sozinho
Sem você
Talvez
Você estará solitária também
Talvez
Você estará solitária também
E triste

Voe sobre o oceano
Em um avião prateado
Veja a selva
Molhada pela chuva
Apenas se lembre
Até você estar em casa de novo
Ou até eu ir pra casa com você
Você pertence a mim...


------------------


You're A Big Girl Now (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Nossa conversa foi curta e doce
Quase varreu os meus pés do chão
E estou de volta para a chuva
E você está em terra seca
Você conseguiu chegar aí de algum modo
Você é uma garota crescida agora
Pássaro no horizonte, sentado em uma cerca
Ele está cantando sua canção para mim
A suas próprias custas
E eu sou igualzinho aquele pássaro, oh!
Cantando apenas para você
Espero que você consiga ouvir
Me ouvir cantando através dessas lágrimas
O tempo é um jato, ele move-se rápido demais
Oh, mas o que pensa
Se tudo que dividimos não pode durar
Eu posso mudar, eu juro, oh!
Veja o que você pode fazer
Eu posso fazer acontecer
Você pode fazer o mesmo
O amor é tão simples, se me permite a citação
Você sabia o tempo todo
Estou aprendendo esses dias
Oh Eu sei onde posso encontra-lo, oh!
No quarto de alguém
É um preço que tenho que pagar
Você é uma garota crescida sem tirar nem pôr
Uma mudança no tempo se conhece ser extremo
Mas qual o sentido em mudar de cavalos
No meio da correnteza?
Estou perdendo a cabeça, oh!
Com uma dor que pára e começa
Como uma rolha torcida no meu coração
Desde que nos separamos
----







-------------






You're No Good (tradução)
Bob Dylan

Composição: Indisponível

Bem eu não sei porque eu amo você assim
ninguém no mundo pode seguir o seu ritmo.
Você tem as maneiras de um diabo que dorme com um leão
Eu vim para casa na noite passada você não deixou eu entrar.

Bem às vezes você é tão doce como qualquer um quer ser
Quando você começar uma noção louca de se jogar toda sobre mim
Bem você dá-me tristezas eu suponho que você está satisfeita
e você dá-me os tristezas eu quero deitar e morrer.

Eu ajudei-lhe quando você não teve nem oque calçar, linda mãe
Eu ajudei-lhe quando você não tinha oque comer.
Você é o tipo da mulher que eu apenas não compreendo
Você pegou todo meu dinheiro e dá-o a um outro homem.

Bem você é o tipo de mulher que faz um homem perde sua cabeça
Você é o tipo mulher que deixa um homen insano
você dá-me tristezas eu suponho que você está satisfeita
você dá-me os tristezas eu quero deitar e morrer.

você dá-me os tristezas eu quero deitar e morrer.

Posted on domingo, julho 11, 2010 by Augusto Mota

No comments